“MarsBet”

Décima segunda para a melhor equipa Europeia.

Se havia equipa que poderia parar a melhor equipa europeia da presente temporada, essa era a Juventus.

Qualidade individual incrível e uma organização de excelência dos italianos a proporcionarem uma primeira parte de qualidade, que foi fazendo desaparecer o Real onde é mais forte. Na gestão da bola.

Foi no regresso dos balneários que o Real de Zidane voltou a ser igual ao que nos tem presenteado ao longo de 2017. Bola, bola, bola, bola. Só a largou com o jogo ganho e confortável. Uma segunda parte a um nível inacreditável vale mais um troféu Europeu para o Real.

Porque a competência é sempre a soma das qualidades individuais com as ideias colectivas, a versão de Zidane traz de volta um Real Madrid apaixonante. Os cinco grandes troféus em pouco mais de um ano, a quebra do jejum doméstico, o primeiro bicampeão Europeu pós novo formato da Liga dos Campeões são marcas incríveis e tudo o que os adeptos madrilenos mais desejavam. Para quem segue despreocupadamente os marcos dos merengues, é a qualidade suprema do jogar com que Zidane presenteou a Europa na presente temporada que mais importa.
Há algum tempo que não surgia na Europa equipa tão aprazível para seguir. Onde tudo parece bater certo. Onde todas as individualidades têm o seu espaço certo e momento oportuno para aparecerem e contribuírem para um jogar comum. Onde a inteligência se faz notar em cada movimento, em cada decisão.

A época de sonho do Real Madrid traz de volta as vitórias à inteligência, ao colectivo que promove a individualidade! Ao bom trato da bola. Na decisão e no gesto.

Paolo Maldini
Sobre Paolo Maldini 2764 artigos
Criador do Lateral Esquerdo, é também professor no Estádio Universitário de Lisboa. Treinador de futebol, tendo almejado diversos titulos nacionais. Experiência como coordenador de futebol formação e palestrante em diversas Faculdades de Desporto. Autor do livro "Construir uma equipa campeã" da editora PrimeBooks.

8 comentários em Décima segunda para a melhor equipa Europeia.

  1. O que mais me agrada é a quantidade de solucoes diferentes que eles descobrem. Apertado, só o casemiro treme. Incrivel. Até o Ronaldo, que era um nulidade fora da area sem espaco para a velocidade, entra no carrossel. TOP

    • Ronaldo? Uma nulidade fora da área? Começaste a ver futebol quando? Há 2 anos? Por certo não viste os 6 anos de Ronaldo em Manchester.

      • Calma. Comecei a ver futebol em 93 e a ler em 92: “uma nulidade fora da área e sem espaço para a velocidade”.

        Não me lembro de ver o Ronaldo a decidir e executar tão bem sem acelerar. Não foi uma critica, mas sim um elogio. Calma…

  2. eu vi 80% dos jogos do real esta epoca e discordo completamente do que aqui foi escrito, durante toda a epoca nao via uma linha, uma idea, individualidades, individualidades e erros incríveis da arbitragem, agora sim, no final da época estiveram imparaveis, o que irá acontecer? o mesmo de sempre, memória seletiva, iremos nos lembrar apenas do fim, do melhor; bem diz o Mourinho, o que conta é ganhar, a todo o custo.

  3. Amigos dos primazantes do sistema e adeptocegos do JJ, pensam como jogariam kroos, modric, iscos e marcelos com o JJ e depois se ainda pensem que a mecanisaçao é superior à inspiraçao desses…nao posso mais nada. À pouco tempo, o joao fidalgo dizia que preferia atacar com muitos e defender com poucos. Eu quando tenho os genios pré-citados, prefiro o contrario.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*