“MarsBet”

SL Benfica 2017 / 2018. Parte II.III

FUTEBOL - Grimaldo durante o jogo Moreirense - Benfica, referente a 3 fase da 3 jornada da taca da Liga. Estadio Joaquim Almeida Freitas, em Moreira de Conegos. Terca, 26 de Janeiro de 2016. (ASF/PAULO ESTEVES)

Defesas Esquerdos:

Grimaldo. As lesões constantes que tem sofrido são a principal causa pela qual vai permanecendo na Liga Portuguesa. Um talento incrível, com uma velocidade de execução espantosa, que encontra sempre soluções para sair com a bola e criar. Um pequeno cérebro no corredor esquerdo, que será sempre a primeira opção assim esteja disponível fisicamente.

Eliseu. Ainda se aguarda a sua renovação. O português terá percebido que o seu espaço como protagonista no Benfica já lá vai. Aceitando renovar, é um bom indício que está pronto para o que virá. Num clube com um modelo tão ofensivo, e que projecta em profundidade constantemente os seus laterais, obrigando-os a voltar rápido após cada perda, Eliseu dificilmente conseguirá ser o que o Benfica precisa. Contudo, é alguém completamente fiável do ponto de vista defensivo, e com uma experiência de balneário que não será de descurar. Uma segunda opção de muito menos qualidade que a primeira, mas capaz de resolver problemas, se tiver de entrar casualmente.

Hermes. Apesar de ainda ser jovem, não demonstrou ainda qualidade para que possa fazer parte de um clube da dimensão do Benfica. Demorou a adaptar-se a uma ideia colectiva e sem impacto nas suas características individuais. Não deverá fazer parte do plantel.

Ailton. Qualidade técnica e velocidade. A Ailton falta melhorar a forma como se liga com os colegas no espaço interior para ter ainda mais impacto do que o que conseguiu na sua primeira época a representar o Estoril. Forte nos traços individuais, ainda por crescer na forma como se liga à equipa. Confirmando-se a contratação, deverá seguir emprestado para uma equipa de nível médio alto, preparando a sua entrada mais tarde como sucessor de Grimaldo.

Rodrigo Castro
Sobre Rodrigo Castro 94 artigos
Rodrigo Castro, um dos fundadores do Lateral Esquerdo. Licenciado em Ed física e desporto, com especialização em treino de desportos colectivos, pôs graduação em reabilitação cardíaca e em marketing do desporto, em Portugal com percurso ligado ao ensino básico e secundario, treino de futsal, futebol e basquetebol, experiência como director técnico de uma Academia. Desde 2013 em Londres onde desempenhou as funções de personal trainer ligado à reabilitação e rendimento de atletas. Treinador UEFA A.

4 comentários em SL Benfica 2017 / 2018. Parte II.III

  1. Eu não apreciei nada do que vi do Ailton… Lembro me de uns jogos onde me deu vontade de rir. Parece que não sabe bem o que anda a fazer dentro de campo, nem utiliza o potencial físico que tem, sequer. Mas se calhar estou a ver mal o filme.

  2. O Grimaldo é tudo isso e muito mais. O campo está sempre a pender para o seu lado quando está. Excelente o scouting do Benfica!

    • Sim, mas é preciso não esquecer que o Grimaldo é em primeiro lugar um defesa. E defensivamente, deixa muito a desejar. No 1×1, onde é particularmente fraco e mesmo no posicionamento. Nota-se contra equipas de nível semelhante ao Benfica. Daí que para sair do Benfica para uma equipa de topo europeu precise de melhorar substancialmente neste aspeto. A não ser que essa equipa seja o City e passe 80% do tempo com a bola no pé 🙂

      • Não concordo David, no Benfica o Grimaldo é em primeiro lugar um jogador de futebol. Julgo que sabes que o futebol tem vários momentos. E se achas que no City ele passaria 80 por cento com a bola no pé, o que se dirá do Benfica, num campeonato muito mais desequilibrado e onde os três grandes têm boas possibilidades de sufocar o adversário em 9 em cada 10 jogos. Para além disso, não sei onde estão essas enormes dificuldades de posicionamento. Estamos a falar do mesmo atleta? A única coisa que posso concordar no teu comentário é que no 1×1 ele tem algumas dificuldades (certo, não é forte, não é alto). Mas quantas vezes vai ele ficar no 1×1 num modelo de jogo como o do Benfica? Até que ponto isso é tão relevante? O mais relevante – e toda a gente reconhece, porque não é difícil de enxergar o óbvio – está no comentário do Del Piero e no texto do LE. Grimaldo? Um jogador fantástico, que só está no Benfica porque resistem dúvidas em relação à sua condição física. E custou 1,5 milhões (ou seja, foi oferecido, o Barcelona está perdido no seu próprio sucesso).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*