FC Porto 2017 / 2018. Parte IV.

Avançados.

A escassez de opções para a posição faz levar a crer que Sérgio implementará um sistema com apenas um avançado centro. Galeano tenta aumentar o seu espaço no plantel e Aboubakar tem a sua situação indefinida. Surge então Rui Pedro como a possível primeira alternativa a Soares.

Soares. Já há algumas épocas em Portugal, teve uma entrada com muito impacto no FC Porto. Um modelo que potenciava o que de melhor tinha para oferecer. O contacto, a disputa das bolas aéreas, o aparecer na grande área para terminar o que criavam os colegas. Num sistema com apenas um avançado, poderá ter maiores dificuldades, por ter de ocupar um maior raio de acção e ainda assim aparecer na grande área para finalizar. Já demonstrou ter capacidade para ser útil aparecendo sobretudo para finalizar, mas não é um jogador com nível para ligar assertivamente as jogadas. O seu rendimento dependerá sempre do rendimento dos colegas, e o que contribuir para a equipa estará mais dependente de outros do que do que consegue dar.

Rui Pedro. É uma das maiores esperanças do FC Porto. Muito mais forte nas zonas de finalização, do que por exemplo o recém transferido André Silva. Move-se na grande área, parecendo adivinhar cada lance, aparecendo sempre no momento oportuno. Muito jovem, parece cedo para assumir toda a responsabilidade de um clube da dimensão do FC Porto. Porém, tem potencial para, se o seu crescimento continuará a ser dado com passos seguros, seguir o trajecto de André Silva.

Aboubakar. Tem mercado e poderá ser transferido por tal, depois de uma época de muito golo na Turquia. Tal como Soares, tem maiores dificuldades a ligar e a aparecer para se mostrar na fase de criação. É porém, um avançado com golo. Pela velocidade a que se desloca e pela forma como finaliza sobretudo usando o pé direito. Num modelo que passe por promover mais rupturas de um dos avançados centro, Aboubakar estaria à frente.

Galeano. Estar a ter a oportunidade de realizar a pré temporada com Sérgio Conceição já é uma vitória do jovem brasileiro. Ainda que tenha demonstrado competências na segunda liga, ainda parece demasiado cedo. O futuro deverá passar novamente pela equipa secundária dos dragões, ou por um empréstimo na primeira liga, que permita perceber como vai crescer.

Rodrigo Castro
Sobre Rodrigo Castro 109 artigos

Rodrigo Castro, um dos fundadores do Lateral Esquerdo. Licenciado em Ed física e desporto, com especialização em treino de desportos colectivos, pôs graduação em reabilitação cardíaca e em marketing do desporto, em Portugal com percurso ligado ao ensino básico e secundario, treino de futsal, futebol e basquetebol, experiência como director técnico de uma Academia. Desde 2013 em Londres onde desempenhou as funções de personal trainer ligado à reabilitação e rendimento de atletas. Treinador UEFA A.

2 Comentários

  1. o galeno creio jogar mais descaído na ala. o aboubakar tem mercado, mas não é rentável para o fcp vendê-lo, tem uma % reduzida do passe…

  2. O Aboubakar comparado com o Soares é o Messi. Espero que fique no Porto e que ganhe confiança pq o homem tem mais qualidade que qlqr avançado do Porto neste momento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*