SL Benfica na pré época. Competência táctica e qualidade individual

Muito diferente do Benfica que há um ano atrás era bicampeão.

“…os jogadores muito encaixados e a preencherem zonas vazias. Está bem compactado” Dante, sobre o adversário de ontem.

Muito forte em organização defensiva a equipa de Rui Vitória, tal como havia conseguido na temporada passada mas bem mais lá para a frente. Muito difícil conseguir construir pelo muito forte e coordenado pressing encarnado, e criação praticamente só por fora pela proximidade de sectores.

Após a recuperação sempre com criatividade a sair em ataque rápido. Muitas ligações com os avançados e alas que acrescentam qualidade a criar, além da excelência que demonstram na hora de finalizar.

Destaques individuais:

Horta. Grande qualidade técnica e de decisão. Sempre a rodar con assertividade o centro de jogo.

Fejsa. Decisivo na transição defensiva, parece adivinhar todos os lances pela forma como estando sempre em cobertura, nunca abandona o eixo bola baliza.

Carrillo, Cervi, Sálvio. Apenas pequenos recortes, mas é certo que têm muito desequilíbrio à procura de ligação com os colegas da frente e de combinações nos corredores laterais. Prometem desbloquear muita estrutura defensiva aglomerada em Portugal.

Marco Van Basten
Sobre Marco Van Basten 85 artigos
Licenciado em Desporto, treinador Uefa Pro pela FA. Desde cedo partiu para terras de sua majestade. Experiência como professor e treinador numa Academia no Reino Unido.

26 comentários em SL Benfica na pré época. Competência táctica e qualidade individual

  1. E Rui Fonte? Parece-me que podia ser uma boa alternativa a Jonas, já que nem Mitro nem Jimenez sabem baixar para receber e criar. No jogo contra o Sheffield, para surpresa minha, jogou como avançado de referência e por isso teve muito menos impacto.
    Nota também para Guedes; parece me evidente que não conta para extremo e tem estado bem a jogar na dupla da frente

  2. E o que dizer do Lindelof… A diferença para os outros… Sempre a procurar o apoio frontal dos PL’s e mete a bola sempre redondinha queimando linhas no processo.

  3. À excepção talvez do lado direito da defesa, o plantel deste ano tem pelo menos 2 jogadores de qualidade para cada posição. Nos extremos um bendito problema: excesso de qualidade. Isto permite afrontar uma época exigente com muitas frentes.

  4. Tenho-vos visto a elogiar muito os momentos ofensivos do Horta – elogios que corroboro – mas o que verdadeiramente me parece surpreendente é a sua capacidade para reagir à perda e transição defensiva, não acham?

  5. Há uns anos vocês fizeram um post que dizia “Levaram o Javi, levaram o Witsel e deixaram ficar o melhor de todos, Matic.”

    Tirando as devidas distâncias por ainda não se ter visto nada em competição, poder-se-á daqui a uns tempos dizer o mesmo de Renato/Horta? Horta tem o que é preciso para aquele lugar? É que pelo que tem mostrado, eu acho que está melhor assim!

  6. Em relação a esses todos, continuo de pé atrás quanto ao Carrillo. Espero que seja mesmo pelo tempo de inactividade que teve e pela necessidade de adaptação a outros processos. Tem decisão, tem técnica… tem tudo, mas quando o vejo parece-me sempre deslocado do resto da equipa.
    A notícia de hoje parece ser Danilo emprestado pelo Braga. Não o vejo como solução para a posição 8, é claramente um 6 e só vejo utilidade nesta vinda mesmo para descanso ou precaver alguma lesão (esperemos que não aconteça) de Fejsa.

    • Não é nada 6…
      Ele é um 8.. puro sangue, que pode sim fazer o lugar de 6.. como tb um Pogba o faz!!

      O Danilo para mim tem muita coisa de Manuel Fernandes… e mais cedo ou mais tarde o irá mostrar.

      Entra bem no perfil para substituir o Renato.. outro puro sangue.

    • Penso que o Danilo tenha jogado no Valência na maioria das vezes a 8 e agrada-me com 20 anos e a qualidade que já mostra mais o à vontade com que evolui e consegue adaptar-se ao que os treinadores lhe pedem será para rodar com Horta com toda a certeza e precaver as possíveis contrariedades físicas do Fejsa que obviamente todos esperamos que não aconteçam. Excelente contratação.

      • Não digo que nunca tenha actuado a 8 na epoca passada mas a jogar num meio campo a 3 com Dani Parejo, André Gomes ou Enzo Perez terá sido sempre o elo defensivo do meio campo.
        Quando com Javi Fuego, talvez tenha tido mais liberdade por jogarem em duplo pivot que uma vez por outra usaram em 4-2-3-1 (na derrota em casa com o Celta pareceu-me evidente).

  7. Grimaldo, Cervi, Horta, Carrillo, Zivkovic, Celis … É impressão minha ou desde que JJ saiu mudou o paradigma de contratações do Benfica … para melhor!?

    • Pablo, Mudou?! Desde que JJ chegou não tens nomes do perfil semelhante e até superior aos que aí citas? Não sei, sinceramente, o que mudou. Continuam a vir camiões de jogadores para a B ou para empréstimos, ou mesmo para o plantel como antes. E continuam a chegar jogadores de qualidade como antes.

      • Na minha opinião mudou, sim. Talvez me tenha expressado mal. A mudança de paradigma deu-se sim desde a chegada de Rui Vitória e não desde a saída de Jorge Jesus. Carcela, Taarabt, Diego Lopes, etc já teriam sido contratados aquando da chegada de Rui Vitória. Para suportar o meu argumento fiz alguma pesquisa:

        09/10: Ramires, Javi, Saviola, Eder Luís, Airton, Kardec, Patric, Schafer, Felipe Menezes, Júlio César, César Peixoto, Weldon e Leandro Silva.

        10/11: Roberto, Gaitan, Rodrigo, Jara, Salvio, Fábio Faria, Oblak, Jardel, Carole, José Luís Fernandez, Elvis.

        11/12: Witsel, Garay, Bruno César, Matic, Enzo, Emerson, Melgarejo, Emerson, Mike, Capdevilla, Artur, André Almeida, Nolito, Wass, Nuno Coelho, Mora, Eduardo.

        12/13: Salvio, Ola John, Lima, Luisinho, Paulo Lopes, Hugo Vieira e André Gomes.

        13/14: Pizzi, Markovic, Djuricic, Sulejmami, Cortez, Sílvio, Siqueira, Mitrovic, Roberto, Fejsa, Fariña, Lisandro, Funes Mori.

        14/15: Talisca, Bebe, Samaris, Cristante, César, Benito, Derley, Luís Felipe, Eliseu, Djavan, Mukhtar.

        15/16: Mitroglou, Jimenez, Taarabt, Carcela, Grimaldo, Marçal, Pele, Diego Lopes, Ederson, Dalcio, Vítor Andrade, Bilal, Murillo.

        16/17: Zivkovic, Horta, Cervi, Kalaica, Mitroglou, Benitez, Carrillo, Danilo, Celis.

        A sensação que me dá é que chegaram ao Benfica desde Janeiro deste ano quase o mesmo número de jogadores com o perfil dos que citei no comentário acima (Grimaldo, Cervi, Zivkovic …) como em todos os anos de JJ. Isto para não falar de “Jaras”, “Bebes” e “Derleys”. Quanto aos jogadores para emprestar, sempre me pareceu mais uma jogada a nível financeiro do que desportivo. Chego ao fim do comentário e apercebo me que não está o djalo na lista dos que enunciei, por isso é provável que existam algumas (poucas) falhas, no entanto, serve para suportar (ou não) a minha opinião.

        Continuação do bom trabalho que têm vindo a desenvolver, um fiel leitor

        Pablo10Aimar

        • “A sensação que me dá é que chegaram ao Benfica desde Janeiro deste ano quase o mesmo número de jogadores com o perfil dos que citei no comentário acima (Grimaldo, Cervi, Zivkovic …) como em todos os anos de JJ.”

          A sério? Mesmo depois de teres feito a lista… O critério é a qualidade tecnica e tomada de decisão, certo?

          9/10 – Saviola, César Peixoto
          10/11 – Gaitan, Sálvio (e digo Sálvio porque era completamente diferente do jogador que é hoje)
          11/12 – Garay, Capedevilla, Witsel, Matic, Nolito
          12/13 – Ola John, A.Gomes
          13/14 – Pizzi, Markovic, Djuricic, Siqueira
          14/15 – Jonas
          15/16 – ()

          Parece-me uma análise um pouco enviesada. E parece-me também que não basta analisar quem entra. É também importante ir vendo quem sai, e para que lugares chegam os reforços. Ou para que lugar existe necessidade. É uma opinião que tenho, e não precisamos de concordar. Mas não me parece de todo que o paradigma tenha mudado. O Benfica continua a contratar bem. Não é de hoje, já é uma constante de há uns anos para cá. Quanto ao papel do Rui Costa, Jesus é o primeiro a dizer que ele tinha influência e era dos que mais confiava.

          • Quando digo que o paradigma de contratações mudou, não estou a dizer que com Jorge Jesus só se contratavam cepos e com Rui Vitória craques. É óbvio que há qualidade em muitos dos jogadores que foram adquiridos na altura de JJ, no entanto, também se gastou dinheiro em bebés, jaras, djalos. O que me parece é que neste momento no Benfica não se compram jogadores que apenas se fazem valer das suas mais valias a nível físico, como se fazia no passado. O Benfica contratava bem, mas acho que neste momento contrata melhor, o tempo o dirá.

          • Concordo que se gastou muito dinheiro em muitos jogadores “maus”. Onde não posso concordar é que o paradigma tenha mudado por isso. No dia em que existir, novamente, um número relevante de saídas no plantel voltamos ao mesmo. Isto porque, o Benfica tem de comprar barato por não ter dinheiro para mais. E no barato, há muito, muitíssimo erro.

          • Talvez tenhas razão, como disse, o tempo o dirá.

            Continuação de um excelente trabalho,
            Pablo10Aimar

          • Eu acho que tenho razão, mas admito sempre estar muito enganado. Com o tempo depois cá vens cobrar e dizer, Blessing eu avisei!!! e eu fico fechado no meu quartinho hahahahaha

            Abraço

    • Obrigado pelo esclarecimento, quanto ao Benfica acho que tem uma equipe mais equilibrada, gostaria de ver como vai ficar a defesa na parte dos centrais, pois Luisao é o mais experiente mais menos veloz experiência lesão pode ter tirado algo dele, pôs pelo que se vem Benfica defende com um bloco alto e Luisao não sendo rápido qualquer falha o controlo de profundidade estará em risco. acho que será a parte mais interessante para ver como Rui Vitória vai resolver, outro ponto Pizzi e o único que sai da faixa para equilibrar no corredor central e defender formando um trio no meio campo robusto a defender, sem ele , quem o vai substituir terá que entender este movimento, pôs na transição ataque defesa podemos ter problemas , e bom jogar naquela posição de é responder bem a todos momentos e fases do jogo, será interessante ver, como o rui vitória vai equipar aquela posição crucial na época passada, será que o salvio o carrillo o zivkovic responderam bem o fechar a fachada central na transição ataque defesa?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*