Portugal x Denmark. Euro 2012

white corner field line on artificial green grass of soccer field
Muito débil colectivamente a equipa dinamarquesa. Ao contrário do que nos diz a História, nada toscos. Sempre capazes de receber e passar bem os jogadores dinamarqueses. Muito fracos posicionalmente, contudo. Expõem-se demasiado e o duplo pivot no meio campo é incapaz de controlar o espaço em coberturas. Demasiada gente à frente da linha da bola e a cada perda os adversários somam lances de perigo. Somente a má capacidade para definir dos jogadores portugueses, na mais de uma dezena de lances de incrível potencial perigoso manteve viva a selecção nórdica.

A figura. Pepe. Quase por exclusão de partes, tão fraca foi a prestação individual de quase todos os jogadores portugueses. Ao contrário de Bruno Alves procurou sempre sair a jogar. Lutou com Bendtner e não há nada que se possa apontar no golo sofrido. Se fica menos bem na fotografia terá sido por ter tentado compensar o mau posicionamento de João Pereira.
Paolo Maldini
Sobre Paolo Maldini 3329 artigos
Criador do "Lateral Esquerdo", tendo sido como Treinador Principal, Campeão Nacional Português (2x), vencedor da Taça de Portugal (2x), e da Supertaça de Futebol Feminino, em três anos de futebol feminino. Treinador vencedor do Galardão de Mérito José Maria Pedroto - Treinador do ano para a ANTF (Associação Nacional de Treinadores de Futebol), e nomeado para as Quinas de Ouro (Prémio da Federação Portuguesa de Futebol), como melhor Treinador português no Futebol Feminino. Experiência como Professor de Futebol no Estádio Universitário de Lisboa, palestrante em diversas Universidades de Desporto, e entidades creditadas pelo Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ). Autor do livro "Construir uma Equipa Campeã" da PrimeBooks. Analista de futebol na TV e no Jornal Record.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*