FCP versão Paulo Fonseca

Nos lances de transição (ofensiva/defensiva) é difícil que a equipa jogue junta e compacta. Mas em organização, onde há tempo e espaço para os jogadores se colocarem em posições chave, a ocupação dos espaços deve ser equilibrada para que a equipa jogue sempre ligada. Deve ocupar de forma racional os espaços em largura e em profundidade. Uma equipa como o FCP depender, sobretudo, de lances onde os jogadores estão em inferioridade ou igualdade para fazer golos, é uma lástima. A ocupação do corredor central, quando a bola está nos corredores laterais (na posse do FCP ou do adversário), é péssima. A distância relativa entre os jogadores (sectores), já não existia há muito. Nem com  Jesualdo. Incrível como contratar o treinador certo é o primeiro passo para o sucesso de uma instituição. E por sucesso não se entenda títulos. Entenda-se aproximar a equipa dos títulos, sustentado por uma organização colectiva de qualidade.

Paolo Maldini
Sobre Paolo Maldini 3158 artigos
Criador do "Lateral Esquerdo", tendo sido como Treinador Principal, Campeão Nacional Português (2x), vencedor da Taça de Portugal (2x), e da Supertaça de Futebol Feminino, em três anos de futebol feminino. Treinador vencedor do Galardão de Mérito José Maria Pedroto - Treinador do ano para a ANTF (Associação Nacional de Treinadores de Futebol), e nomeado para as Quinas de Ouro (Prémio da Federação Portuguesa de Futebol), como melhor Treinador português no Futebol Feminino. Experiência como Professor de Futebol no Estádio Universitário de Lisboa, palestrante em diversas Universidades de Desporto, e entidades creditadas pelo Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ). Autor do livro "Construir uma Equipa Campeã" da PrimeBooks. Analista de futebol na TV e no Jornal Record.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*