Dentro da área as referências mudam

A maior justificação para a mudança de referências (zonais para individuais) dentro da área é que, na grande área, um toque na bola, um golo. Por aqui continua-se a pensar que a proximidade da baliza nada muda em relação às referências zonais. Isto porque, mesmo dentro da área, se um colega for ultrapassado continua a ser necessário a sua cobertura. Quando as referências são a bola, os colegas, e o espaço, a resolução dos problemas do jogo é mais fácil.
Veja-se o exemplo do AC Milan de Seedorf

Paolo Maldini
Sobre Paolo Maldini 3407 artigos
Criador do "Lateral Esquerdo", tendo sido como Treinador Principal, Campeão Nacional Português (2x), vencedor da Taça de Portugal (2x), e da Supertaça de Futebol Feminino, em três anos de futebol feminino. Treinador vencedor do Galardão de Mérito José Maria Pedroto - Treinador do ano para a ANTF (Associação Nacional de Treinadores de Futebol), e nomeado para as Quinas de Ouro (Prémio da Federação Portuguesa de Futebol), como melhor Treinador português no Futebol Feminino. Experiência como Professor de Futebol no Estádio Universitário de Lisboa, palestrante em diversas Universidades de Desporto, e entidades creditadas pelo Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ). Autor do livro "Construir uma Equipa Campeã" da PrimeBooks. Analista de futebol na TV e no Jornal Record.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*