O 4-4-2 clássico da selecção

A forma como Paulo Bento desenhou a equipa no jogo que decorre com a Grécia, é a forma como defendo que esta selecção, tendo em conta o perfil de jogador que é convocado na maior parte do tempo, deveria jogar sempre.

A falta de criatividade dos médios.
A construção mais longa desde os centrais.
Os constantes ataques rápidos.
O privilégio pela transição ofensiva vertical.
A falta de paciência na criação, recorrendo de forma constante aos cruzamentos.
A forma como Ronaldo participa defensivamente.
O potenciar das melhores características do nosso melhor jogador.

O 4-4-2 clássico, é um sistema que faz todo sentido para este Portugal.
É equilibrado em termos de ocupação de espaços.
Permite que Ronaldo não participe activamente no processo defensivo.

A liberdade de movimentos que iria ter, a toda largura e profundidade do campo, sem que fosse vítima de marcação fácil. Ronaldo que é um jogador fortíssimo na transição ofensiva. Sendo que, aparecendo mais vezes enquadrado no corredor central poderá, ainda, fazer uso do seu fortíssimo remate.
Permite colocar rapidamente muitos homens na frente, ocupando toda largura e profundidade do campo.
Tem sempre duas referências para profundidade, ou apoio frontal no corredor central, para um jogo mais directo.
Permite colocar mais vezes, e mais rápido, mais jogadores em zonas de finalização. O que poderá permitir um maior aproveitamento dos cruzamentos.
É um sistema típico de transições ofensivas fortes, dinâmicas, directas.

É isso que se pede que Paulo Bento tente. Ter muita qualidade, critério, nas transições ofensivas. Preparar aqui e ali o posicionamento para que a equipa tenha alguma competência em organização ofensiva. E que nos livre de Bruno Alves e Miguel Veloso no onze inicial.

Paolo Maldini
Sobre Paolo Maldini 3158 artigos
Criador do "Lateral Esquerdo", tendo sido como Treinador Principal, Campeão Nacional Português (2x), vencedor da Taça de Portugal (2x), e da Supertaça de Futebol Feminino, em três anos de futebol feminino. Treinador vencedor do Galardão de Mérito José Maria Pedroto - Treinador do ano para a ANTF (Associação Nacional de Treinadores de Futebol), e nomeado para as Quinas de Ouro (Prémio da Federação Portuguesa de Futebol), como melhor Treinador português no Futebol Feminino. Experiência como Professor de Futebol no Estádio Universitário de Lisboa, palestrante em diversas Universidades de Desporto, e entidades creditadas pelo Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ). Autor do livro "Construir uma Equipa Campeã" da PrimeBooks. Analista de futebol na TV e no Jornal Record.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*