O futuro é o presente

Ainda bem que não sou candidato ao cargo de seleccionador nacional. Porque se o fosse, ainda iria fazer uma data de asneiras como por exemplo convocar Bernardo Silva e Marcos Lopes para a selecção principal. Dada a falta de imaginação latente nas fileiras nacionais não há como justificar a ausência destes talentos junto dos melhores de Portugal.
Patrício, Coentrão, Moutinho, Nani, Ronaldo, e agora William, anseiam por melhores companheiros. Jogadores que os libertem da responsabilidade de resolver tudo, pela criatividade emprestam ao colectivo.

Tenho pena que em Portugal ainda não se tenha percebido que não é por ter 17, 18 ou 19 anos, por se ter 60 kilos, por se ter zero internacionalizações e zero jogos na divisão principal, que não exista por aí qualidade que chegue para derrubar estatutos.

Ao ver o jogo de ontem do Lille na Liga Europa não tive dúvidas que, o futuro é agora.

Paolo Maldini
Sobre Paolo Maldini 3251 artigos
Criador do "Lateral Esquerdo", tendo sido como Treinador Principal, Campeão Nacional Português (2x), vencedor da Taça de Portugal (2x), e da Supertaça de Futebol Feminino, em três anos de futebol feminino. Treinador vencedor do Galardão de Mérito José Maria Pedroto - Treinador do ano para a ANTF (Associação Nacional de Treinadores de Futebol), e nomeado para as Quinas de Ouro (Prémio da Federação Portuguesa de Futebol), como melhor Treinador português no Futebol Feminino. Experiência como Professor de Futebol no Estádio Universitário de Lisboa, palestrante em diversas Universidades de Desporto, e entidades creditadas pelo Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ). Autor do livro "Construir uma Equipa Campeã" da PrimeBooks. Analista de futebol na TV e no Jornal Record.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*