Coisa rara no futebol português

No Braga Sporting de hoje saiu beneficiado o futebol. E só saiu beneficiado porque, apesar das diferenças ideológicas na forma de fazer, os dois treinadores, as duas equipas, procuraram marcar mais do que não sofrer. Cada equipa procurou o golo no lugar de procurar defender a sua baliza, e com isso chegaram os golos. Com este tipo de mentalidade, sem medo de sofrer, com o pensamento na baliza adversária, o futebol português daria um salto qualitativo imenso, e as pessoas teriam mais motivos para ir aos estádios. É uma pena que este tipo de jogo ofensivo seja tão raro por cá, que quando há todos falam dos problemas defensivos que cada equipa teve para conceder tanto golo. Eu prefiro falar no mérito ofensivo de cada uma delas, para terem conseguido superar tantas vezes o adversário. 
Paolo Maldini
Sobre Paolo Maldini 3012 artigos

Criador do “Lateral Esquerdo”, tendo sido como Treinador Principal, Campeão Nacional Português (2x), vencedor da Taça de Portugal (2x), e da Supertaça de Futebol Feminino, em três anos de futebol feminino. Treinador vencedor do Galardão de Mérito José Maria Pedroto – Treinador do ano para a ANTF (Associação Nacional de Treinadores de Futebol), e nomeado para as Quinas de Ouro (Prémio da Federação Portuguesa de Futebol), como melhor Treinador português no Futebol Feminino.

Experiência como Professor de Futebol no Estádio Universitário de Lisboa, palestrante em diversas Universidades de Desporto, e entidades creditadas pelo Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ).

Autor do livro “Construir uma Equipa Campeã” da PrimeBooks.

Analista de futebol na TV e no Jornal Record.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*