A vitória da decisão. Nolito regressa à Catalunha.

Da tomada de decisão, entenda-se.

O espanhol (etiqueta aqui) foi um dos jogadores mais encantadores que pisou os relvados portugueses na última década. Pela sua tomada de decisão, naturalmente. 
A prova de que o factor diferenciador no futebol moderno é a cabeça, a percepção e a inteligência, bem mais que as capacidades condicionais. Naturalmente que mais rápido, mais forte e com mais e melhor qualidade técnica, Nolito seria ainda melhor. Mas com tudo isso, sem a tomada de decisão seria apenas um entre milhares. Mais um Salvador Agra dos relvados europeus.
Desde a primeira aparição que se percebeu que era diferente. Todas as suas decisões sempre a aproximarem a equipa do sucesso. A procura pela opção interior. Pelo colega dentro e enquadrado com última linha. A forma como vê tudo. Das situações de jogo, aos colegas e até como joga com os apoios dos adversários para definir timings para prender ou soltar. Tudo em Nolito impressionava, sobretudo numa Liga pouco acostumada a ter jogadores deste calibre. A bola que sai sempre para onde deve no tempo e espaço correcto. Sem bola, sempre a mostrar-se. E a recepção, sempre enquadrando a um toque. Do mais veloz no raciocínio que por cá passou. Mesmo que na passada não o fosse.
O seu regresso à catalunha como que a simbolizar a vitória da decisão sobre a velocidade, a força e a correria. A saída de Barcelona e Benfica como opções próprias. Todavia, próprias de quem sentiu o espaço encurtar porque Guardiola ainda que com um plantel fabuloso guardava pouco tempo para si e apostaria em Tello. No Benfica, e após a época em que mais jogos somou na sua carreira, a chegada de Salvio retirou-lhe o espaço que merecia. Hoje Tello está no FC Porto, Salvio no Benfica. Nolito depois de chegar a internacional regressa ao campeão europeu.

Paolo Maldini
Sobre Paolo Maldini 3416 artigos
Criador do "Lateral Esquerdo", tendo sido como Treinador Principal, Campeão Nacional Português (2x), vencedor da Taça de Portugal (2x), e da Supertaça de Futebol Feminino, em três anos de futebol feminino. Treinador vencedor do Galardão de Mérito José Maria Pedroto - Treinador do ano para a ANTF (Associação Nacional de Treinadores de Futebol), e nomeado para as Quinas de Ouro (Prémio da Federação Portuguesa de Futebol), como melhor Treinador português no Futebol Feminino. Experiência como Professor de Futebol no Estádio Universitário de Lisboa, palestrante em diversas Universidades de Desporto, e entidades creditadas pelo Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ). Autor do livro "Construir uma Equipa Campeã" da PrimeBooks. Analista de futebol na TV e no Jornal Record.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*