Payet. A primeira grande figura do Europeu.

À beira da ternura dos trinta mostra-se Payet. E é por ele e outros tais que as grandes provas internacionais de selecções têm um cariz verdadeiramente apaixonante.
Sem ter passado por clubes de nomeada a nível Europeu, Payet a aparecer como a primeira grande figura do Europeu, com uma exibição absurda de talento, classe, decisão e qualidade técnica. 
O golo, o merecido golo, como o colocar da cereja na sua exibição. Imortalizada com as triunfantes lágrimas enquanto abandonava o relvado.
Duas reflexões. Como e porque andou sempre fora do radar dos maiores da Europa? Percebe-se o porquê da incerteza que é cada jogo da Premier League, quando alguém capaz de uma performance deste nível numa prova deste cariz anda por uma equipa de nível médio em Inglaterra.
Paolo Maldini
Sobre Paolo Maldini 3047 artigos

Criador do “Lateral Esquerdo”, tendo sido como Treinador Principal, Campeão Nacional Português (2x), vencedor da Taça de Portugal (2x), e da Supertaça de Futebol Feminino, em três anos de futebol feminino. Treinador vencedor do Galardão de Mérito José Maria Pedroto – Treinador do ano para a ANTF (Associação Nacional de Treinadores de Futebol), e nomeado para as Quinas de Ouro (Prémio da Federação Portuguesa de Futebol), como melhor Treinador português no Futebol Feminino.

Experiência como Professor de Futebol no Estádio Universitário de Lisboa, palestrante em diversas Universidades de Desporto, e entidades creditadas pelo Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ).

Autor do livro “Construir uma Equipa Campeã” da PrimeBooks.

Analista de futebol na TV e no Jornal Record.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*