Variabilidade e paciência em ataque posicional. Real Madrid em Granada.

Com uma equipa de segundas linhas, adiantou-se no marcador um pouco antes do terceiro minuto. O mais invulgar é pensar que até esse preciso momento, somente três jogadores do Granada tinham tocado na bola! Dois minutos e meio de posse à procura de soluções. Toque, toque, toque e sai profundidade. Toque, toque, toque, roda o corredor. Bola na cobertura e daí para o apoio frontal. Qualidade individual muito elevada a possibilitar ausência de erros técnicos (recepção / passe), opções ao portador no centro do jogo e na profundidade ou largura máxima no lado oposto, movimento do avançado (Moratta) quando estava a ter mais dificuldades para ligar construção com zonas mais adiantadas. Paciência até ao momento em que surge a finalização bastante fácil de James Rodriguez.

Paolo Maldini
Sobre Paolo Maldini 3013 artigos

Criador do “Lateral Esquerdo”, tendo sido como Treinador Principal, Campeão Nacional Português (2x), vencedor da Taça de Portugal (2x), e da Supertaça de Futebol Feminino, em três anos de futebol feminino. Treinador vencedor do Galardão de Mérito José Maria Pedroto – Treinador do ano para a ANTF (Associação Nacional de Treinadores de Futebol), e nomeado para as Quinas de Ouro (Prémio da Federação Portuguesa de Futebol), como melhor Treinador português no Futebol Feminino.

Experiência como Professor de Futebol no Estádio Universitário de Lisboa, palestrante em diversas Universidades de Desporto, e entidades creditadas pelo Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ).

Autor do livro “Construir uma Equipa Campeã” da PrimeBooks.

Analista de futebol na TV e no Jornal Record.

6 Comentários

  1. Eu gostava de ver a media de perdas de bola após rececao desta segunda equipa do Real Madrid vs todas as outras equipas da liga. É que o primeiro toque desta equipa é BRUTAL.

  2. Quanto disto é trabalho do treinador e quanto é perfil dos jogadores?

    Que luxo ter um 2º onze com esta qualidade!

  3. Grande inteligência na construçao, e alias so dois jogadores nao foram susbstituidos:
    O Casemiro que é ponto de equilibrio defensivo, e o Ramos que é o unico a fazer bolas longas com tanto precisao do outro lado.

    Os interpretes do losango tem muito boa tecnica para ligar uns aos outros mas essa inteligencia tem de ter varias soluçoes se nao conseguem ligar entre eles: à frente com benzema ou ronaldo a pedir profundidade, ou o carvajal ou vazquez a pedir a diagonal, ou passo curto para casemiro para mudar calmemente o sentido de jogo .

    Mas isso sao soluçoes extras ao centro nevralgico das decisoes que sao o Kroos e o Modric, ou aqui neste jogo o Kovacic e o James. O Asensio e o Isco sao tambem muito importante a a baixar linhas para ligar o jogo do Real.
    O mais importante nessa descriçao que fiz é que se nao tens esses jogadores, esse sistema nao é viavel.
    Igual no Barcelona que sem o Iniesta e o Busquets, o sistema nao funciona. Porque é preciso inteligencia, ciencia do espaço, calma, tecnica,proteccao de bola, visao, criatividade a ver espaços que ainda nao existem. E se o Messi nao tem uma grande capacidade de jogar tambem entre as linhas para recepcionar de maneira perfeita os passes do busquets e iniesta, o sistema està desequilibrado.

    E ,como ontem, o Jardim quis surprendeer a Juventus e nao jogou no seu modelo 4/4/2 com as dinamicas habituais e tentou 3/4/3, com silva atras dos dois avançados. Nao funcionou porque nao tem defesas bons de bola ao contrario da juventus, e o silva nao é bom entre as linhas no centro do jogo.
    Ele fez esse sistema para contrariar as segundas bolas que mandzukik dà de cabeça mas os passes sao tao precisos e o Mandzu tao bom de cabeça que o Raggi nao conseguiu contraria lo.

    Para concluir, antes de tudo, o sistema depende dos teus perfis e enquanto guardar os principais jogadores (busquets, iniesta, bonucci, chiellini, modric, kroos…)podes trabalhar a aperfeicoa-lo e aprender a variar as jogadas porque o adversario desequibra-se para contrariar o teu ponto forte; e nesse video é exactemente o que se vê, o Real que sabe variar, e jogar no espaço vazio que deixou o opositor. Mas nunca esquecer que essas variaçoes desequilibrem porque jà tens um ponto forte.

    E isso sempre o que digo, os jogadores antes do sistema

    Para acabar,sim, muito fortes sao os suplentes do Real mas nao se esquecer que a oposiçao é fraca tambem…

  4. Essa variabilidade deve ser suficiente para surpreender a juventus. Se o casemiro conseguir travar o dybala, e o varane os duelos com o mandzukic, o Real ganha porque sai bem da pressao adversa. Agora o messi comeu o casemiro no ultimo derbi mas o messi tem tecnica mais afinada, miudinha mas dybala com acelaracoes em poucos espaços pode tambem fazer danos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*