Perfil Jorge Jesus

O João Palhinha destacou-se nitidamente de todos, não só pelos golos que fez. O jogo em si era propício a ele. É um jogador fisicamente muito forte. Deu-me indicações de que posso contar com ele no futuro. Tem vindo a evoluir dia a dia, semana a semana, mês a mês e acredito que vai ser um dos grandes jogadores do presente e do futuro

Jorge Jesus

Este conteúdo só está disponível para subscritores. Por favor, contacte lateralesquerdo.com@gmail.com para mais informações ou visite a nossa página Patreon.

Login no final da página.

Para terem acesso a todos os conteúdos que por cá se produzem, e darem uma pequena ajuda tornem-se patronos deste projecto. Também com acesso à drive do Lateral Esquerdo, onde partilhamos “influências”. Recordamos que 1 euro mês será desde logo uma grande ajuda! Alternativa no lateralesquerdo.com@gmail.com.

Paolo Maldini
Sobre Paolo Maldini 3767 artigos
Pedro Bouças - Licenciado em Educação Física e Desporto, Criador do "Lateral Esquerdo", tendo sido como Treinador Principal, Campeão Nacional Português (2x), vencedor da Taça de Portugal (2x), e da Supertaça de Futebol Feminino, bem como participado em 2 edições da Liga dos Campeões em três anos de futebol feminino. Treinador vencedor do Galardão de Mérito José Maria Pedroto - Treinador do ano para a ANTF (Associação Nacional de Treinadores de Futebol), e nomeado para as Quinas de Ouro (Prémio da Federação Portuguesa de Futebol), como melhor Treinador português no Futebol Feminino. Experiência como Professor de Futebol no Estádio Universitário de Lisboa, palestrante em diversas Universidades de Desporto, Cursos de Treinador e entidades creditadas pelo Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ). Autor do livro "Construir uma Equipa Campeã", e Co-autor do livro "O Efeito Lage", ambos da Editora PrimeBooks Analista de futebol no Canal 11 e no Jornal Record.

11 Comentários

  1. Quando ouvi as declarações pensei logo no mesmo assunto. JJ falou em condições físicas e técnicas, sendo que em primeiro falou em físicas. Isto demonstra um pouco do seu pensamento, primeiro olha para o aspecto físico que quer para a posição e depois para o resto, ainda mais para a posição 6 ou 4 como ele diz. Sem querer bater muito no ceguinho, aqui está explicado a razão do bernardo silva nunca ter sido utilizado.

    • Mentira! Bernardo Silva não foi utilizado porque Luís Filipe Vieira, à primeira oportunidade, despachou-o. Com tudo o que tem vindo a lume, só mesmo uma profunda embirração ou pura desonestidade intelectual é que faz com que ainda se ponha em JJ o ónus da não utilização de Bernardo Silva na equipa sénior.

      • É embirração ou então o senhor é mentiroso e desonesto. Todos sabemos quem foi o treinador do Benfica que nunca lhe deu sequer meia oportunidade. Para além disso, também todos sabemos quem prefere o coxo do Battaglia ao Geraldes, o Piccini ao Esgaio, o Steven Vitória ao Lindelof, o Emerson ao Capdevilla, o Alan Ruiz ao Podence e o Talisca e o Sulejmani ao Bernardo Silva!

        • o Steven Vitória ao Lindelof

          Como diria o outro: e o mentiroso sou eu? Steven Vitória “jogou” no Benfica duas épocas: 2013/14 e a seguinte, onde fez o gigantesco total de sete jogos pela equipa “B” e cinco pela principal, todos eles na primeira época. Na segunda, ainda com JJ no Benfica, foi emprestado/desterrado para o poderosíssimo Philadelphia Union.
          Analisemos Lindelof. Em 2013/14, ainda ele tinha 19 anos – mal tinha idade de sénior e ainda perfeitamente elegível para júnio. E, mesmo assim, jogou mais que Steven Vitória no conjunto dos jogos – 33 jogos na B, mais dois na principal. Numa época em que havia Garay, um Luisão ainda funcional e Jardel para qualquer eventualidade, com mais provas dadas que Lindelof naquela altura.

          o Battaglia ao Geraldes

          Que, como sabemos, partilham a mesmíssima posição, ipsis verbis.

          o Piccini ao Esgaio
          Qualquer pessoa com o mínimo de sanidade mental prefere.

          Capdevilla a Emerson
          Não obstante Emerson ser um buraco, Capdevila, naquela altura, com 34 anos, cheirava ao típico cliché do jogador em final de carreira.

          Alan Ruiz a Podence
          Podence tem estado lesionado.

          Talisca e Sulejmani a Bernardo Silva
          Mesmo com todas as revelações que têm vindo a público, ainda se insiste nesta falácia?
          E a verdade é que não houve desmentido por parte de ninguém diretamente envolvido na estória. Apenas silêncio ensurdecedor. E como quem cala, consente…

        • Por amor de Deus, que idade tinha Lindelof quando Jesus apostou em Steven Vitória?

          E quanto aos jogadores do Sporting referidos, alguém não deve andar a ver o Piccini e o Battaglia a jogar, por muitas limitações que possam ter!

  2. Exacto. Bernardo Silva, esse trinco, nunca foi usado por não ter físico. Não deve ter tido nada a ver com haver jogadores a tapá-lo.

    Já Podence, lançado e muito utilizado por Jesus, é um gigante que encaixa na perfeição nesse perfil de segurança de discoteca que o treinador do Sporting tanto aprecia.

  3. Tentar colar JJ ao perfil do “não apostador da formação”, é uma imbecilidade pura e dura. Foi um rótulo criado pela comunicação do seu anterior clube, para justificar em parte a sua “dispensa”, encapotando o que na realidade era uma diminuição do investimento disponível.

    JJ foi um homem que no anterior clube, teve condições monetárias para fazer grandes equipas, para atacar o mercado com alguma “folga”(tendo em conta a realidade portuguesa).
    Que pode ter e potenciou jogadores como Ramires, Matic, David luiz, Enzo Perez, Javi Garcia, Di maria, Gaitan, Rodrigo etc. Que teve o privilegio de contar com Saviolas, Aimares, Garays etc. nas suas equipas.

    Vão-me dizer que era só ele que exigia que assim fosse? Ele mandava mais que a direcção do seu anterior clube?

    E vão-me dizer que com jogadores destes no plantel, é fácil para algum miúdo entrar e ganhar espaço?

    O treinador JJ, tal como qualquer outro inteligente, aposta nos melhores jogadores que tem disponíveis no momento.

    Basta ver que desde que veio para o Sporting, principalmente no primeiro ano onde havia menos dinheiro, começou a apostar mais na formação. Que remédio, era o que tinha ao seu dispor. E mesmo hoje, havendo mais investimento, os jogadores da formação com qualidade continuam a ser aposta no clube. Mas se houver dinheiro para ir buscar “melhor”, é claro que se vai.

    Isso é o que faz qualquer um!

    • E já agora, basta ver por exemplo o Villas Boas, ou o Vitor Pereira, treinadores que coincidiram no FCP, ao mesmo tempo de JJ no SLB, e que tiveram a sua diposição Hulks, Falcoes, Jackson Martinez, James Rodriguez, Mangalas, Otamendis, Fernados, Moutinhos etc que é para não me cansar muito, e ver quantos jogadores da formação do Porto é que calçaram durante aqueles anos.

      Mas vão me dizer, pois mas o FCP é um clube que já a muitos anos não tem perfil de aposta na formação…realmente é verdade. Mas até parece que o SLB antes de JJ la estar, apostava imenso na formação. Eram carradas todos os anos.

      Podemos não gostar das pessoas, do estilo, da forma de jogar, ou do facto de ir treinar o rival(do qual eu sou sócio), mas o que é, é, e o que não é, não é.

      E digo isto, com o feeling de que JJ provavelmente nunca vai ganhar nada de relevante pelo meu clube, por muitos motivos que não vale a pena estar a falar agora. Mas não é por apostar ou não, na formação de certeza.

  4. O onze de jj, queresse com jogadores fortes fisicamente e telecomandados….sorry Bryan, Geraldes, Bernardo, Cap ( campeão Europeu e Mundial, titualr da seleção, campeão fresquinho, mas dizem uns por aqui que fora de validade), Wass, Montero, tudo brinquedos com o telecomando estragado, e com maus Papás, que não deram o pedigree suficiente….o que vale é que esta equação não dá nada, só fogo de vista para o Pavão pavonear-se…..não gosto e tenho o direito de não gostar…..pareçe que é sacrilégio, um gajo, não gostar do Rei Sol….

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*