De pé para pé até chegar ao espaço – O golo da França que respeita as ligações entre as fases ofensivas

O quarto golo da França no jogo de ontem frente à Argentina é um manual de como ligar as fases ofensivas, desde a construção até à finalização. Há muito mérito da equipa francesa na forma como constrói todo o lance de golo, mas também há muito demérito da equipa argentina na sua organização defensiva, sobretudo na forma como parte a equipa na pressão, criando inferioridade numérica sem sentido logo na saída da equipa francesa, apenas com os seus dois homens mais avançados contra quatro jogadores franceses dispostos em losango e com facilidade em sair da pressão devido à superioridade numérica e às linhas de passe horizontais e verticais.

Destaque também para o posicionamento de Matuidi no 4x4x2 francês, o jogador que fecha à esquerda na linha média mas quando a equipa francesa tem bola, parte do corredor lateral para o corredor central funcionando como terceiro médio, permitindo que a largura seja da responsabilidade de Lucas. Esse posicionamento no corredor central do médio francês da Juventus, provocou indefinição na linha média argentina, principalmente no duplo pivot que abre o corredor central, permitindo que Kanté, o homem livre que saiu da pressão argentina na primeira fase de construção, consiga ligar em Griezmann em apoio frontal no corredor central e este posteriormente em Matuidi (dinâmica do terceiro homem). Batida também a linha média e só com a linha defensiva pela frente, Matuidi lança rapidamente em Giroud que solta na profundidade em Mbappé (que jogo absolutamente fantástico ontem!) que faz o resto. Construção, criação e finalização.

Vale a pena ver e rever o golo de diferentes perspectivas.

 

José Carlos Monteiro
Sobre José Carlos Monteiro 47 artigos
Treinador de Futebol, Uefa B, com percurso e experiência em campeonatos nacionais nos escalões de formação. Colaborador como observador e analista em equipas técnicas na Primeira Liga. Alia a paixão pelo treino e pelo jogo à analise de jogo.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*