Da lateral ao corredor central

Com a evolução das organizações tácticas, a falta de espaço para jogar e a velocidade mental e física necessária para estar a top, a qualidade individual e a tomada de decisão são cada vez mais decisivas em todos os pormenores do jogo. As recepções orientadas ou mesmo as que apenas deixam a bola correr sem a recepcionar, a ginga, que com um movimento corporal deixa um adversário pregado, a tabela curta que desmonta defesas… há muitos recursos que podem e devem ser treinados!

Colados à linha e muitas vezes em cima do risco branco, os laterais, alas, defesas tendem apenas a não complicar! Recebe, entrega no central do seu lado, recebe, entrega no extremo à sua frente, que muitas vezes por estar na vertical tem de receber de costas e com a pressão do adversário a tornar a sua missão quase impossível de ficar de frente para o jogo!

Como resolver? Simples, procurar o corredor central, onde as opções se abrem e se multiplicam pois deixamos de estar limitados pela linha lateral. Receber e levar para dentro, aproveitando que normalmente os adversários quando chegam na contenção bloqueiam os apoios e um simples levar para dentro desmonta a pressão, faz com que a nossa progressão com a bola no pé desorganize o adversário pois alguém terá de saltar numa nova contenção e ai entregar no extremo de frente, nas roturas ou simplesmente manter a posse…nem sempre resulta, nem sempre pode ser feito, mas é um recurso muito valioso e que pode ser treinado!!

Dejan Savicevic
Sobre Dejan Savicevic 52 artigos
Treinador, apaixonado por desporto, futebol e treino. Experiência em campeonatos nacionais na formação e atualmente ativo no futebol sénior. Colaborador na área de scouting e análise de jogo, com vários treinadores e equipas do campeonato nacional da Primeira Liga. contacto - galeiras@gmail.com

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*