Aqui começa o jogo

MANCHESTER, ENGLAND - NOVEMBER 07: Josep Guardiola, Manager of Manchester City reacts during the Group F match of the UEFA Champions League between Manchester City and FC Shakhtar Donetsk at Etihad Stadium on November 7, 2018 in Manchester, United Kingdom. (Photo by Laurence Griffiths/Getty Images)

Nos dias de hoje, andará perto de ser impossível ser-se uma muito boa equipa se atrás não há conforto em posse. Tê-lo não garante o sucesso. Mas, não o ter significa que tudo o mais será bem mais aleatório do que o que já é normal num jogo de futebol.

Os defesas são quem mais toca na bola, e da forma como pensam o jogo tantas vezes se começa a desenhar o que acontece mais à frente.

A competência ofensiva das equipas, está portanto, directamente relacionada com a qualidade em posse dos seus jogadores que mais intervêm com ela.

Demasiadas vezes, sem que se perceba, o perigo de determinados lances tem a sua origem em primeira instância na tomada de decisão do defesa, que rompendo as linhas adversárias, coloca a bola em espaços potencialmente mais perigosos. E fazendo-o pelo chão, facilitará a recepção de quem poderá dar seguimento ao ataque. Ou seja, não é igual a bola chegar ao mesmo jogador pelo chão ou pelo ar. Porque a dificuldade e tempo necessário para dominar a “menina” e virar para a baliza adversária, é muito diferente.

Em Portugal joga um central estratosférico (no critério: qualidade da liga – qualidade do jogador) no que concerne à sua capacidade ofensiva, e apetência para controlar e dominar o jogo.
E não foi por acaso, que por exemplo, Luís Castro explicou que muita da estratégia defensiva do Vitória de Guimarães no jogo contra o Sporting, passou por impedir Mathieu de ligar o jogo com as zonas de criação.

A quantidade de jogadas de potencial perigoso que se inicia nas decisões de Mathieu, é algo absolutamente invulgar.

Paolo Maldini
Sobre Paolo Maldini 3698 artigos
Pedro Bouças - Licenciado em Educação Física e Desporto, Criador do "Lateral Esquerdo", tendo sido como Treinador Principal, Campeão Nacional Português (2x), vencedor da Taça de Portugal (2x), e da Supertaça de Futebol Feminino, bem como participado em 2 edições da Liga dos Campeões em três anos de futebol feminino. Treinador vencedor do Galardão de Mérito José Maria Pedroto - Treinador do ano para a ANTF (Associação Nacional de Treinadores de Futebol), e nomeado para as Quinas de Ouro (Prémio da Federação Portuguesa de Futebol), como melhor Treinador português no Futebol Feminino. Experiência como Professor de Futebol no Estádio Universitário de Lisboa, palestrante em diversas Universidades de Desporto, Cursos de Treinador e entidades creditadas pelo Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ). Autor do livro "Construir uma Equipa Campeã", e Co-autor do livro "O Efeito Lage", ambos da Editora PrimeBooks Analista de futebol no Canal 11 e no Jornal Record.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*