Anatomia de uma nova Liderança

O que por muitos era apelidado do jogo do título, deu um novo líder ao nosso campeonato. Numa maior personalização benfiquista, a eficácia e a dominância dos espaços defensivos foi a chave para o desiderato.

Tivemos equipas fiéis ao seu modelo. O Porto sempre no desequilíbrio através da profundidade ofensiva e vivendo da arte de Brahimi. Do outro lado, o Benfica com a sua matriz de amplitude ofensiva (excetuando para a profundidade garantida por Seferovic visado pelos centrais), desequilibrando do exterior para o interior e muito rígido na forma agressiva com que impediu o Porto de estar à vontade no seu meio campo ofensivo. (Vídeo com Som)


Estamos de novo no Twitter.
Já nos segues?

Cruijff
Sobre Cruijff 16 artigos
Leandro Monteiro, desde muito novo é aficionado pelo estudo do futebol, fazendo-o enveredar por uma formação superior em Ciências do Desporto, indagando mais sobre a modalidade. Durante a realização do mestrado, juntou-se ao plantel profissional dos seniores do Sporting Clube da Covilhã, onde esteve a trabalhar durante sete anos. Neste, aliava a coordenação do scouting, com a preparação física, a observação dos adversários e da própria equipa, sendo treinador principal dos juniores e equipa sénior B. Deste percurso destaca-se o facto de na equipa B, ter sido o treinador mais novo campeão de Portugal em seniores, aquando da conquista do Campeonato Distrital. Alcançando na época seguinte a subida aos campeonatos nacionais, pelos juniores. Atualmente é analista de futebol. Contato: leandrocgmonteiro@gmail.com

2 Comentários

  1. Falta concluir que um modelo é muito superior ao outro. O modelo (mais estratégia) do Lage deu para criar várias oportunidades de golos e muitas jogadas de perigo. Já o Porto, até à expulsão do Gabriel, criou muito pouco. O Sérgio Conceição, pelas suas declarações, parece que também não percebeu quão inferior foi a sua equipa.

  2. Lembro-me, há uns anos, do Bayern (do Guardiola se não estou em erro) jogar na luz com os laterais sempre muito aberto e subidos no terreno.
    Tenho uma imagem cravada na memória do jogo estar a desenrolar-se do lado esquerdo do Bayern e de ter o seu “defesa direito” na linha da área, aberto, do lado direito.

    Agora vejo as imagens deste vídeo… e recordo-me desse Bayern 😉

Responder a miguelpironet@hotmail.com Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*