Há mais Benfica na Luz

Uma bem conseguida etapa inaugural, na primeira aparição pública do Benfica a fazer recordar marcas de Jorge Jesus de outros tempos:

a) Um Benfica ultra pressionante que não permitiu ao adversário jogar;

b) Coordenação da última linha já com trabalho de pormenor – Movimentos de encurtar, baixar – Posicionamentos em Largura e Profundidade;

c) Exploração do último terço em Ataque Posicional com muita presença ofensiva.

Alinhamento Defensivo Rigoroso

Notas soltas da partida:

  • Taarabt a um nível bastante elevado ofensivamente, e muito disponível defensivamente – Está longe de ter a “rotação” que Jesus exige na posição, mas enquanto a fadiga não chega é claramente o homem mais capacitado do actual plantel para a posição;
  • Pizzi embora nunca se venha a tornar um jogador competente defensivamente mostrou maior agressividade do que alguma vez o tenha feito nos últimos cinco anos – “Quando o futebol for como o Andebol joga sempre, quando for a atacar jogas, quando for para defender sais” Jorge Jesus. Já não é o jogador com bola de outrora, por demasiado ineficiente em zonas e gestos de criação, mas esteve bastante melhor na participação no carrossel encarnado no último terço;
  • Tremenda a facilidade técnica de Cebolinha – Todas as suas acções técnicas parecem ser realizadas sem o mínimo esforço – Tudo natural, fluído, eficiente e eficaz – Vai ter um impacto gigante no último terço na Liga NOS;
  • Luka e Chiquinho com pequenos pormenores na forma como executam – Recebem, Decidem – Entregam que permitiram perceber a fluência que podem dar ao jogo no último terço – Facilitam o jogo aos colegas, permitem que seja mais fácil instalar no meio campo ofensivo e com isso amarrar adversários atrás;
  • Continua a faltar um ponta de lança com qualidade ao Benfica. Seferovic é esforçado e ajuda no plano defensivo, Vinícius finaliza bem. Em tudo o mais, não acrescentam e estão abaixo do nível da equipa;
  • Diogo Gonçalves a fazer recordar Toto Salvio – Forte fisicamente, potente, desequilibrador em condução e drible, e com chegada à zona de finalização – Tem condições para ser uma surpresa na temporada;
  • Gilberto a denotar alguns problemas em perceber distâncias óptimas para adversário em situação de 1×1 defensivo – Deu demasiado espaço! Melhor na coordenação com a linha

Já és nosso Patrono? A um dos 400 ❤️🧠⚽️
Por 1$ mês acesso a conteúdo exclusivo:

9 Comentários

  1. O que dizem de:
    — weigl!
    — nuno tavares e cervi (desde à 2 epocas que acho que cervi é potencial lateral)
    — diogo gonçalves merece lugar no slb e nao sei como treina a ld.
    — a saida de bola pela defesa, diferente do normal com jj! Antes saia a 3 com o baixar do trinco e agora nao assisti a isso(creio estar pior)!

    • Weigl foi um «flop» na época passada e Nuno não correspondeu quando foi chamado. Jesus parece gostar deles, vamos ver…
      Diogo Tavares e Florentino são muito bons, têm de ficar!

  2. Lembro-me daquele lance do Gilberto em que foi completamente ultrapassado por ir à queima em vez de fazer contenção.
    Assim não vai calçar…

    O Benfica continua mal nas laterais, plural.

    Com tanto dinheiro não dá para comprar um Lateral por mais de 5 milhões?

  3. Eu gostei mais do Gilberto do que do André Almeida, pelo simples facto de embora saber que o Gilberto vai ter que melhorar, mostrou que saber olhar para a frente e arrancar. O AA só passa para o lado e não tem destreza técnica para acrescentar no corredor.
    Adorei o Diogo Gonçalves, o miúdo está com corda e vem acrescentar nas faixas. Muito mais do que Rafa ou Pizzi ali fariam. Também gostava de ver JJ experimentar o Gonçalo Ramos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*