João Mário, Incremento Físico, Tático e Técnico

Poderá estar para breve o regresso a Portugal de um dos filhos mais acarinhados do leão. Porém, desta feita pela porta do seu rival Benfica, onde encontrará Jorge Jesus, o treinador que lhe deu vida.

Médio Centro (Interior) de origem, com Jorge Jesus foi praticamente sempre utilizado como ala no 4x4x2 do amadorense.

Mas como poderá encaixar João Mário no Benfica de Jorge Jesus?

No Benfica deverá ser também como ala que poderá ser aposta. Com uma capacidade de resistência invulgar, tem o fulgor que encanta Jesus para poder cumprir as exigentes tarefas defensivas e ofensivas que os seus extremos sempre são obrigados a realizar. À tremenda capacidade física, alia qualidade técnica, inteligência que lhe permite ser criterioso, e mais do que não perder bolas disparatadas para as transições ofensivas adversárias, ainda ser eficiente e eficaz nos seus gestos a combinar com os colegas, e ainda tem condições para impacto na zona de finalização – Assim sejam esses os espaços a pisar.

João Mário seria muito naturalmente um incremento de qualidade sobre todas as perspectivas do rendimento – físico, técnico e táctico – ao modelo do Benfica, que com o português e Cebolinha nas alas, aos quais se poderá juntar Luca mais por dentro se vê assim reforçado num sector que estava demasiado carente de qualidade.

Não é um desequilibrador nato, mas não perde um posicionamento, ou uma oportunidade para dar boa sequência aos lances em que intervém, sendo absolutamente completo pela igual competência que tem nos diferentes momentos – Ofensivo e Defensivo, algo que vem sendo carência nas últimas temporadas no Estádio da Luz.

Já és nosso Patrono? A caminho dos 400 ❤️?⚽️
Por 1$ mês acesso a conteúdo exclusivo:

6 Comentários

  1. Espero que a vossa crença no regresso dele se concretize. Também preferia vê-lo na direita para que seja mais simples dar liberdade a Everton, no lado oposto.

  2. Não acredito que venha e acredito ainda menos que algum dia possa vir a ser titular no Benfica….
    Um médio ofensivo incapaz de um drible ou um desequilíbrio qualquer a ganhar o que ele ganha ninguém quer, como já está mais que provado.

  3. Atingiu o seu pico em 2017 e desde então falhou sempre por onde passou.
    Certamente já não é o jogador de outros tempos. Pode ainda assim acrescentar devido à tremenda falta de qualidade individual da equipa.

  4. João Mário não teve êxito no West Ham, Inter e Lokomotiv, desde o Euro 2016 que passa despercebido em campo. Será que têm motivos fortes para achar que no Benfica seria diferente? Não me parece.
    Na minha opinião, João Mário é e sempre foi um jogador “q.b.” e nunca passará disso. Até no banco o Benfica tem melhores opções para as alas como Pedrinho e Diogo Gonçalves.

Responder a Telmo Lima Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*