Ajustar…para marcar!

Em tempos de defesas fechadas, cada vez mais compactas lateral e verticalmente, encontra-se menos espaços e assim, menos oportunidades para marcar golos. Desta forma, os avançados precisam ter uma maior leitura do jogo à sua volta, perceber o contexto que enfrentam (forma de marcação da equipa adversária, onde estão os espaços, dentro/fora/nas costas, timing de quando buscar no pé e quando ir no espaço…etc) e assim antecipar possíveis soluções frente aos defesas adversários. Costuma-se dizer que os detalhes decidem o jogo, e portanto, com espaço e tempo (que não se dissociam!) cada vez menores, rodar o pescoço e ter uma maior percepção visual (para além da bola), aumenta a captação de informações, para numa fração de segundos, ter a melhor decisão.

Junto a isto, o ajuste corporal (perfilamento) é um factor preponderante para criar vantagens, de forma a ganhar uma distância ideal para o adversário (atacar o lado cego, fazer o defesa perder a referência visual, ter de girar e dar as costas para a bola ou para o homem) e assim orientar os apoios da melhor forma frente à baliza, para em seguida decidir a melhor situação, seja leitura da receção para pé ou espaço, utilização de qual pé (dominante ou não), para onde e de que forma fará o primeiro e seguinte toques (escolha dos gestos técnicos que antecedem e favorecem o remate – ação final), tudo isto em segundos. Detalhes que diferenciam os melhores.

Os nossos Videos são criados com

Sobre RonaldoFenomeno 6 artigos
Gabriel Eloi - Brasileiro, licenciado em Educação Física, com mobilidade internacional na FCDEF-Universidade de Coimbra. Passagens por Académica U-15 (estágio) e Esporte Clube Bahia U-20, atualmente, analista na equipa sênior do Esporte Clube Vitória, que disputa a Segunda Liga do Campeonato Brasileiro.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*