Pode João Felix vencer a Bola de Ouro?

A declaração de que poderá competir é do próprio João Felix. Quando se trata da bola de ouro, os últimos anos demonstram que o número de golos na temporada é factor determinante, e será tremendamente difícil competir com Haaland e Mbappé. Contudo, não se diminua a possibilidade de Felix também ele se tornar mais goleador do que tem sido. O primeiro ano de sénior no Benfica revelou um jogador absurdo na zona de finalização, com recursos incríveis e capaz de somar muitos golos. Não estará pior seguramente, apenas não tem tido as mesmas condições.

Antes de tudo o mais, para elevar o seu nível precisa de ultrapassar os constantes problemas físicos que o têm vindo a afetar. O início da temporada anterior foi verdadeiramente prometedor, e as primeiras aparições na presente época voltam a deixar água na boca.

João Felix tem condições para as dezenas de golos época – E neste ponto, claramente que numa equipa com outro pendor ofensivo sairá beneficiado – e é ainda no jogo entre linhas – zona de criação – um dos melhores do futebol mundial. A forma eficiente como recebe cada posse, a genialidade técnica que lhe serve para ligar sempre com qualidade imensa em cada passe o jogo ofensivo da sua equipa tornam-o diferenciado. Porém, a verdade é que se estes dois últimos anos de Atleti terão contribuído para ser melhor jogador – Tem de fazer o mesmo mais rápido, e é seguramente um jogador mais capaz nos momentos sem bola – E tanto é o tempo que se passa sem a “redondinha” ao longo do jogo, também lhe retiraram notoriedade.

Dizia o Cândido Costa no Futebol Total do Canal 11, que João Felix estava a somar atributos ao seu portfólio nesta passagem por Madrid. E assim é! Hoje menos notoriedade mas mais aprendizagem. Que um dia mais tarde, num clube de dimensão ofensiva diferente, com a preparação de hoje e o talento de sempre, João Felix possa entrar nas contas de uma luta onde se atrasou nos últimos tempos.


Rating: 5 out of 5.
Sobre Paolo Maldini 3789 artigos
Pedro Bouças - Licenciado em Educação Física e Desporto, Criador do "Lateral Esquerdo", tendo sido como Treinador Principal, Campeão Nacional Português (2x), vencedor da Taça de Portugal (2x), e da Supertaça de Futebol Feminino, bem como participado em 2 edições da Liga dos Campeões em três anos de futebol feminino. Treinador vencedor do Galardão de Mérito José Maria Pedroto - Treinador do ano para a ANTF (Associação Nacional de Treinadores de Futebol), e nomeado para as Quinas de Ouro (Prémio da Federação Portuguesa de Futebol), como melhor Treinador português no Futebol Feminino. Experiência como Professor de Futebol no Estádio Universitário de Lisboa, palestrante em diversas Universidades de Desporto, Cursos de Treinador e entidades creditadas pelo Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ). Autor do livro "Construir uma Equipa Campeã", e Co-autor do livro "O Efeito Lage", ambos da Editora PrimeBooks Analista de futebol no Canal 11 e no Jornal Record.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*