IMPREVISÍVEL, CONTAGIANTE, AVASSALADOR… Assim é o AJAX de Erik ten Hag!!

Aquilo que parece caótico a olho, às vezes não o é, é organizado.”

Decorridos 20 jogos entre a Champions League e a Eredivisie League, o Ajax apresenta números impressionantes: 16 vitórias, 3 empates e 1 derrota; 64 golos marcados e apenas 5 golos sofridos!! A explicação destes números está na qualidade de jogo apresentada… muitas oportunidades criadas e poucas concedidas, muito fortes em ataque posicional, com domínio constante, sem posições pré-definidas e com uma ideia muito clara:  movimentação sem bola intencional! 

“O jogo de qualidade não é só ordem nem só imprevisibilidade, ele nasce do equilíbrio entre ambos (…), uma desordem ordenada, porque há trocas de posição, há uma certa flexibilidade dos jogadores se movimentarem,  dentro de uma determinada ordem. Aquilo que parece caótico a olho, às vezes não o é, é organizado” (Lopes, 2005).

“O segredo da nossa tática é que não temos posição definida. Podemos estar em qualquer lugar. (…) Temos que nos movimentar muito para ser difícil defender.”

Mazraoui, lateral-direito Ajax

Numa entrevista ao canal do clube, Ten Hag recupera o conceito da “camisola 10”, referindo que a equipa joga com “várias camisolas 10”, com posicionamentos entrelinhas e muitas movimentações sem bola, o que obriga o adversário a reagir e a alterar o seu posicionamento, criando espaço para o jogo do Ajax. No vídeo em baixo, podemos assistir e desfrutar de alguns momentos de magia desta equipa:

Sobre PabloAimar 5 artigos
João Pedro Magalhães: Apaixonado pelo jogo e pelo treino. Fez o mestrado em Ciências da Educação Física e Desporto - Especialização em Treino Desportivo. Atualmente desempenha as funções de treinador adjunto e analista de jogo no Al Taawoun, clube da 1ª Liga da Arábia Saudita.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*