Simeone, era possível vencer sem rematar?

Esta jornada da Liga dos Campeões fica marcada por mais uma abordagem defensiva de Simeone. Ao comando do seu Atlético de Madrid, o treinador argentino já habituou os fãs deste desporto a ser muito pragmático e optando sempre pela segurança defensiva em vez de um ataque acentuado ou de uma atitude dominadora.

A questão sobe de nível quando temos um jogo dos quartos de final da Liga dos Campeões e uma equipa milionária como o Atlético não consegue sequer fazer um único remate à baliza. Nem sequer estamos a falar de remates enquadrados. Simplesmente não houveram remates e não se pode dizer que o City tenha impedido que se realizassem. Na verdade, uma abordagem como a que os colchoneros tiveram, dificultou essa tarefa. Muita vez jogando com os 11 jogadores nos últimos 25 metros, a distância para chegar à baliza adversária era demasiado grande para que João Félix e Griezmann conseguissem sequer assustar.

Esta equipa do Atlético tem jogadores com qualidade ofensiva ímpar. Jogadores como De Paul, João Félix, Griezmann, Correa, Carrasco, Matheus Cunha, Suárez e Lemar acabam por ser submetidos a imensos processos defensivos e a não conseguirem colocar o seu jogo em prática. No jogo com o Manchester City, Simeone colocou em campo 9 jogadores de características essencialmente de trabalho defensivo deixando de lado a criatividade e o foco ofensivo.

As preferências do treinador argentino já levaram o atlético a imensos êxitos no passado recente mas parece estar-se a fechar um ciclo tanto no clube como na carreira de Simeone.

Ontem, o Atlético apresentou-se sem ideias e sem capacidade para colocar problemas ao adversário. Fez apenas 213 passes certos contra 627 do City. Zero remates. Zero oportunidades de golo.

O único aspecto em que o jogo foi equilibrado foi nas perdas de bola, onde o City a jogar apenas em 30/40 metros perdeu a bola 114 vezes, enquanto o Atlético sem capacidade para sair a jogar a partir do seu bloco baixo perdeu a bola 113 vezes.

Estará na altura de Simeone experimentar um projeto diferente de maneira a fazer evoluir as suas ideias que parecem estar a ficar ultrapassadas?

Sobre EdgarDavids 59 artigos
Analista de Desempenho Coletivo e Individual & Técnico de Exercício Físico.

1 Comentário

  1. Segundo a vossa lógica geral nos últimos anos, foi um grande resultado do A. Madrid! Só perdeu por um e vai ter a possibilidade de discutir a eliminatória. UAU QUE MARAVILHA BRU

    P.S. Este palhaço anti-futebol chamado Simeone é um grande cobarde, isso sim. Gosta muito de saltar e de fazer estardalhaço mas é mesmo só para dar show.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*