Monstro & Monstro

Não há domínio sem recuperação da posse. Não há equilíbrio sem Transição Defensiva eficaz. Não há bola sem recuperadores. A diferença da competência do meio campo do Benfica de uma para outra temporada é abismal, e ainda há Aursnes, que muito promete também. Hoje o Benfica joga com bola e sem bola. E como joga sem bola, é melhor e tem mais bola.

Competência sem bola não é só fechar o caminho da própria baliza, é porque se recupera, permitir que a equipa tenha bola e possa atacar e contra atacar.

Em Turim, Monstro & Monstro:


Rating: 5 out of 5.
Sobre Paolo Maldini 3825 artigos
Pedro Bouças - Licenciado em Educação Física e Desporto, Criador do "Lateral Esquerdo", tendo sido como Treinador Principal, Campeão Nacional Português (2x), vencedor da Taça de Portugal (2x), e da Supertaça de Futebol Feminino, bem como participado em 2 edições da Liga dos Campeões em três anos de futebol feminino. Treinador vencedor do Galardão de Mérito José Maria Pedroto - Treinador do ano para a ANTF (Associação Nacional de Treinadores de Futebol), e nomeado para as Quinas de Ouro (Prémio da Federação Portuguesa de Futebol), como melhor Treinador português no Futebol Feminino. Experiência como Professor de Futebol no Estádio Universitário de Lisboa, palestrante em diversas Universidades de Desporto, Cursos de Treinador e entidades creditadas pelo Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ). Autor do livro "Construir uma Equipa Campeã", e Co-autor do livro "O Efeito Lage", ambos da Editora PrimeBooks Analista de futebol no Canal 11 e no Jornal Record.

2 Comentários

  1. A quantidade de bolas recuperadas é algo simplesmente ridículo.
    Não consigo explicar o Florentino fora do Benfica 2 anos sem ser por razões extra futebol. E o Enzo é uma coisa ridícula. E estamos bem protegidos no banco tbm me parece.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*