Ainda a maravilha de Rodrigo, André Gomes e… Paco Alcácer

O apoio e a ruptura nos pontas de lança. 

No maravilhoso golo do Valência sobressaem imensas virtudes no gesto técnico de qualquer um dos jogadores. É porém, pela tomada de decisão que o lance assume o brilhantismo e o sucesso que tem.
Em Rodrigo não foi só a recepção. Foi a decisão de levar para fixar a linha defensiva, chamá-la atrás para jogar entre linhas. Colocar a bola no corredor central de frente para a linha defensiva adversária. Quantos na mesma situação iam para cima do lateral, driblariam para a linha e cruzariam? Reduzindo desde logo para níveis assustadoramente mais baixos a probabilidade de sucesso do lance.
André Gomes decide bem e executa melhor. Mas quanto da decisão do lance passou pela mente de Alcácer? Praticamente tudo! Uma percentagem elevada de avançados centro nunca pediria aquela bola no pé. Mas sim para a ruptura (pedido um passe mais vertical a fugir da direcção do poste esquerdo da baliza adversária) para finalizar  (que seria em condições suficientemente interessantes para fazer golo, mas ainda assim, a obrigar a uma rotação e a rematar com ângulo mais fechado). 
Alcácer ignorou a notoriedade própria pelo sucesso colectivo. Jogou com as probabilidades. Tinha boas chances de movimentar para ser ele o autor do golo, mas sentiu que as probabilidades da sua equipa fazer golo subiriam se ele próprio se afastasse do golo, pedindo a bola em apoio.
Este tipo de decisão não revela só inteligência e qualidade. Revela também altruísmo. Não conhecendo o avançado espanhol, a certeza porém, de que só porque deu dois passos para a direita enquanto gesticulava para receber no pé, e não dois para a esquerda a pedir na ruptura, passarei a segui-lo.

Paolo Maldini
Sobre Paolo Maldini 3746 artigos
Pedro Bouças - Licenciado em Educação Física e Desporto, Criador do "Lateral Esquerdo", tendo sido como Treinador Principal, Campeão Nacional Português (2x), vencedor da Taça de Portugal (2x), e da Supertaça de Futebol Feminino, bem como participado em 2 edições da Liga dos Campeões em três anos de futebol feminino. Treinador vencedor do Galardão de Mérito José Maria Pedroto - Treinador do ano para a ANTF (Associação Nacional de Treinadores de Futebol), e nomeado para as Quinas de Ouro (Prémio da Federação Portuguesa de Futebol), como melhor Treinador português no Futebol Feminino. Experiência como Professor de Futebol no Estádio Universitário de Lisboa, palestrante em diversas Universidades de Desporto, Cursos de Treinador e entidades creditadas pelo Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ). Autor do livro "Construir uma Equipa Campeã", e Co-autor do livro "O Efeito Lage", ambos da Editora PrimeBooks Analista de futebol no Canal 11 e no Jornal Record.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*