Ontem vi na TV

Momento raro em que ligo a televisão para ver um programa desportivo e está Vítor Pereira a comentar. Não podia ficar mais satisfeito, pois como sabem é um treinador que muito admiro pelo seu trabalho, e pelas suas ideias para a sua equipa. É também, pelos motivos acima citados o meu treinador português de eleição. Pelo menos era enquanto em actividade.

Contudo, fazia ele a análise do Benfica (contra o Arouca) e pareceu-me que a realidade não corresponde ao que citou. Disse ele que o Benfica continuava a arriscar muito no momento ofensivo, com demasiados jogadores a frente da linha da bola. Tanto nos momentos de saída de bola como nos de ataque continuado em zonas mais adiantadas, com os dois laterais completamente projectados. Não podia estar mais em desacordo, e por isso fui rever (pela terceira vez) a primeira parte do Arouca na luz.

Poderia exemplificar com muitos outros lances, onde Lisandro, Samaris e Talisca aparecem com posicionamentos muito pouco habituais com Jesus. Os lances de perigo do Arouca foram 90% das vezes causados por isto. Falta de competência de alguns elementos do Benfica, por ainda não estarem a trabalhar a tempo suficiente com Jesus. Os restantes 10% são erros em posse, onde o portador da bola não tem a melhor decisão, colocando a organização da equipa em causa, em momentos em que ela ainda se está a reorganizar.

Acredito imenso na competência de Vítor Pereira e Jorge Jesus, como acredito muito em outros treinadores. Mas não é por isso que aceito tudo o que eles dizem, ou que concorde sempre com eles. Portanto, os que têm visto Vítor Pereira na televisão (ou outro qualquer) muito cuidado na aceitação, porque depois vêm para cá debitar o que ouviram, e acham que por ter sido um treinador que muito admirámos a dizer, que vamos aceitar como se fosse uma verdade absoluta. Questionem mais, caros amigos. Questionem mais.

Paolo Maldini
Sobre Paolo Maldini 3407 artigos
Criador do "Lateral Esquerdo", tendo sido como Treinador Principal, Campeão Nacional Português (2x), vencedor da Taça de Portugal (2x), e da Supertaça de Futebol Feminino, em três anos de futebol feminino. Treinador vencedor do Galardão de Mérito José Maria Pedroto - Treinador do ano para a ANTF (Associação Nacional de Treinadores de Futebol), e nomeado para as Quinas de Ouro (Prémio da Federação Portuguesa de Futebol), como melhor Treinador português no Futebol Feminino. Experiência como Professor de Futebol no Estádio Universitário de Lisboa, palestrante em diversas Universidades de Desporto, e entidades creditadas pelo Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ). Autor do livro "Construir uma Equipa Campeã" da PrimeBooks. Analista de futebol na TV e no Jornal Record.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*