Individual ao serviço do colectivo. Brahimi.

«Não mudei o meu estilo de jogo, mas adaptei-me aos meus colegas. É sempre mais fácil jogar ao lado de grandes jogadores, como é o caso no FC Porto»

Que cena é essa do futebol de agora, que faz o Brahimi pensar que tem de se adaptar aos colegas? Que pateta este tipo. Melhor mesmo era continuar a jogar cada um por si.

«O meu estilo de jogo é baseado no um para um, nas qualidades técnicas, mas ao serviço da equipa»

Este gajo está cada vez mais atrevido. 1×1 e qualidade técnica ao serviço do colectivo? O que é isso? Só pode estar doido este tipo. Então ele não vê o Quaresma e o Sálvio?

Paolo Maldini
Sobre Paolo Maldini 3407 artigos
Criador do "Lateral Esquerdo", tendo sido como Treinador Principal, Campeão Nacional Português (2x), vencedor da Taça de Portugal (2x), e da Supertaça de Futebol Feminino, em três anos de futebol feminino. Treinador vencedor do Galardão de Mérito José Maria Pedroto - Treinador do ano para a ANTF (Associação Nacional de Treinadores de Futebol), e nomeado para as Quinas de Ouro (Prémio da Federação Portuguesa de Futebol), como melhor Treinador português no Futebol Feminino. Experiência como Professor de Futebol no Estádio Universitário de Lisboa, palestrante em diversas Universidades de Desporto, e entidades creditadas pelo Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ). Autor do livro "Construir uma Equipa Campeã" da PrimeBooks. Analista de futebol na TV e no Jornal Record.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*