Criatividade. Qualidade individual nos últimos 30 metros

Sonho com o dia em que Klopp pense em colocar todos os seus criativos em campo, ao mesmo tempo. Com isso, talvez o futebol do Dortmund passasse a ter alguma utilidade. E mesmo que não ganhasse, como agora, ao menos divertia os adeptos. Hummels, Reus, Gundogan, Mkhitaryan e Kagawa, esse é o meu sonho. Porque no último terço, na forma como idealizo o jogo, quem manda é a qualidade individual do jogador. É esse o início do fim da influência do treinador. O treinador cria condições para os jogadores criarem no último terço. Este primeiro golo do Dortmund é criatividade pura. Expressa por jogadores que entendem o jogo como ele é.

Paolo Maldini
Sobre Paolo Maldini 3253 artigos
Criador do "Lateral Esquerdo", tendo sido como Treinador Principal, Campeão Nacional Português (2x), vencedor da Taça de Portugal (2x), e da Supertaça de Futebol Feminino, em três anos de futebol feminino. Treinador vencedor do Galardão de Mérito José Maria Pedroto - Treinador do ano para a ANTF (Associação Nacional de Treinadores de Futebol), e nomeado para as Quinas de Ouro (Prémio da Federação Portuguesa de Futebol), como melhor Treinador português no Futebol Feminino. Experiência como Professor de Futebol no Estádio Universitário de Lisboa, palestrante em diversas Universidades de Desporto, e entidades creditadas pelo Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ). Autor do livro "Construir uma Equipa Campeã" da PrimeBooks. Analista de futebol na TV e no Jornal Record.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*