Qual é o segredo, Maxi?

A pergunta foi feita por um jornalista já depois do apito final do SL Benfica x Gil Vicente.
“Treinamos muito esse tipo de jogadas durante a semana… são jogadas que se treinam…” respondeu o uruguaio.
Uma grande maioria continua sem perceber que a contribuição de um treinador para o sucesso / insucesso da sua equipa surge maioritariamente durante a semana. Enquanto se trabalha o modelo de jogo. Ao fim de semana, são os jogadores que jogam e é deles e da sua inspiração, qualidade e capacidade para transpor no relvado as ideias do modelo, que depende o resultado final. O treinador deve ser avaliado pela qualidade do seu modelo e não pela qualidade dos jogadores que tem à sua disposição.
Recentemente um campeão nacional pelo FC Porto comentava que no modelo de jogo de Jesus, o trabalho dos laterais do SL Benfica entrelinhas era decisivo na organização ofensiva e praticamente ninguém conseguia anular a dinâmica posicional que os jogadores dessa posição assumem no SL Benfica. Pensava sobretudo na forma como se escondem atrás dos médios adversários, se mostram para receber e confundem o trabalho defensivo dos extremos adversários, totalmente habituados a laterais que estão sempre fora e que apenas têm de seguir individualmente. 
Poucos dias depois, ainda que na profundidade e não entre sectores adversários, um lateral do Benfica a voltar a ter uma influência grande no desbloquear de um resultado, depois de termos referido uns dias antes a troca posicional destes com os extremos em organização ofensiva na segunda parte do SL Benfica x Belenenses como principal forma de confundir e desorganizar o até então bastante bem organizado Belenenses.
Apresentando na jornada passada uma equipa cuja qualidade individual é bastante diminuta (Gaitán e Jonas os únicos de nível elevado em dezasseis convocados de campo e demasiados sem qualidade sequer para na actualidade jogar num grande em Portugal), bem pode o SL Benfica agradecer a liderança, ao trabalho semanal que se faz no Seixal.
A diferença é de tal forma acentuada que a vantagem relativamente larga significa nada. 
Curiosidade para ver onde poderá chegar Jorge Jesus na próxima época com outra qualidade nas mãos.
Paolo Maldini
Sobre Paolo Maldini 3746 artigos
Pedro Bouças - Licenciado em Educação Física e Desporto, Criador do "Lateral Esquerdo", tendo sido como Treinador Principal, Campeão Nacional Português (2x), vencedor da Taça de Portugal (2x), e da Supertaça de Futebol Feminino, bem como participado em 2 edições da Liga dos Campeões em três anos de futebol feminino. Treinador vencedor do Galardão de Mérito José Maria Pedroto - Treinador do ano para a ANTF (Associação Nacional de Treinadores de Futebol), e nomeado para as Quinas de Ouro (Prémio da Federação Portuguesa de Futebol), como melhor Treinador português no Futebol Feminino. Experiência como Professor de Futebol no Estádio Universitário de Lisboa, palestrante em diversas Universidades de Desporto, Cursos de Treinador e entidades creditadas pelo Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ). Autor do livro "Construir uma Equipa Campeã", e Co-autor do livro "O Efeito Lage", ambos da Editora PrimeBooks Analista de futebol no Canal 11 e no Jornal Record.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*