Superioridade numérica. Progride – Fixa (atrai) – solta.

Começar a visualizar ao vigésimo segundo.

Ramires recupera, em superioridade progride até ficar o adversário, fazendo o passe para as costas deste, eliminando-o da jogada. Tudo o que envolvesse soltar mais cedo coarctaria possivelmente decisivamente as possibilidades de a bola terminar na baliza. 
Destaque óbvio também para a assistência para o brasileiro depois do portador atrair também o adversário (esperar que este saia com os apoios direccionados para o portador).
Tudo demasiado simples, mas tão bem definido. Quantos milhares de jogadas potencialmente perigosas não chegam sequer a sê-lo ou a terminar em lances de finalização porque o portador da bola não sabe tomar decisões assertivas.

Paolo Maldini
Sobre Paolo Maldini 3011 artigos

Criador do “Lateral Esquerdo”, tendo sido como Treinador Principal, Campeão Nacional Português (2x), vencedor da Taça de Portugal (2x), e da Supertaça de Futebol Feminino, em três anos de futebol feminino. Treinador vencedor do Galardão de Mérito José Maria Pedroto – Treinador do ano para a ANTF (Associação Nacional de Treinadores de Futebol), e nomeado para as Quinas de Ouro (Prémio da Federação Portuguesa de Futebol), como melhor Treinador português no Futebol Feminino.

Experiência como Professor de Futebol no Estádio Universitário de Lisboa, palestrante em diversas Universidades de Desporto, e entidades creditadas pelo Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ).

Autor do livro “Construir uma Equipa Campeã” da PrimeBooks.

Analista de futebol na TV e no Jornal Record.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*