Pensar fora da caixa

Há cerca de sete anos atrás, num FC Porto x SL Benfica disputado no Algarve, na final da Taça da Liga, surpreendeu o na altura treinador do SL Benfica. Por uma das primeiras vezes rompia com a sua zona defensiva pura e acrescentava uma marcação individual nas bolas paradas. O alvo individual era Bruno Alves, naturalmente. O jogador escolhido para o marcar individualmente… Carlos Martins. Talvez de todos os encarnados o menos capaz de lutar no ar contra o invencível Bruno Alves.
A razão? Se o duelo estava perdido à partida, alguém iria atrapalhar. Mas e porque estaria o duelo perdido havia que não gastar as melhores “balas”, guardando-as para uma zona diferente onde se disputaria posteriormente a bola proveniente de Bruno Alves.
Hoje Danilo jogou somente porque no ar poderia fazer frente. Não ganhou uma bola o jogo todo. Perdeu-se uma bola.
Lamentável Cristiano Ronaldo. Não fosse futebol profissional e garantidamente que em um mês não mais colega algum se desmarcaria quando a bola chegasse aos pés do capitão. Um horror.
Paolo Maldini
Sobre Paolo Maldini 3008 artigos

Criador do “Lateral Esquerdo”, tendo sido como Treinador Principal, Campeão Nacional Português (2x), vencedor da Taça de Portugal (2x), e da Supertaça de Futebol Feminino, em três anos de futebol feminino. Treinador vencedor do Galardão de Mérito José Maria Pedroto – Treinador do ano para a ANTF (Associação Nacional de Treinadores de Futebol), e nomeado para as Quinas de Ouro (Prémio da Federação Portuguesa de Futebol), como melhor Treinador português no Futebol Feminino.

Experiência como Professor de Futebol no Estádio Universitário de Lisboa, palestrante em diversas Universidades de Desporto, e entidades creditadas pelo Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ).

Autor do livro “Construir uma Equipa Campeã” da PrimeBooks.

Analista de futebol na TV e no Jornal Record.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*