Filipe Augusto, quatro anos e algumas lesões importantes depois.

FUTEBOL - Filipe Augusto, no jogo amigavel Rio Ave vs Vallodolid. Estadio dos Arcos. Domingo, 12 de Agosto de 2012. (PAULO ESTEVES/ASF)
“Tem dezanove anos e impressiona pela maturidade.
Mesmo jogando num clube que passa demasiado tempo em situações defensivas, destaca-se pelo critério com que joga sempre que tem a posse. Não perde uma bola. Pressionado ou não, pisa, segura, joga sempre positivo. Ajuda sempre a equipa a sair com qualidade para o contra-ataque. À excelente tomada de decisão, alia muita qualidade técnica, pelo que não encontra dificuldades em colocar no relvado o que a mente lhe sugere.
Defensivamente percebe-se o posicionamento e a agressividade com que se movimenta. Filipe Augusto construirá certamente uma carreira importante. Tem lá tudo. E é muito difícil encontrar tanta qualidade em jogadores daquela idade.”
Paolo Maldini
Sobre Paolo Maldini 3767 artigos
Pedro Bouças - Licenciado em Educação Física e Desporto, Criador do "Lateral Esquerdo", tendo sido como Treinador Principal, Campeão Nacional Português (2x), vencedor da Taça de Portugal (2x), e da Supertaça de Futebol Feminino, bem como participado em 2 edições da Liga dos Campeões em três anos de futebol feminino. Treinador vencedor do Galardão de Mérito José Maria Pedroto - Treinador do ano para a ANTF (Associação Nacional de Treinadores de Futebol), e nomeado para as Quinas de Ouro (Prémio da Federação Portuguesa de Futebol), como melhor Treinador português no Futebol Feminino. Experiência como Professor de Futebol no Estádio Universitário de Lisboa, palestrante em diversas Universidades de Desporto, Cursos de Treinador e entidades creditadas pelo Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ). Autor do livro "Construir uma Equipa Campeã", e Co-autor do livro "O Efeito Lage", ambos da Editora PrimeBooks Analista de futebol no Canal 11 e no Jornal Record.

8 Comentários

  1. Tudo verdade! Sou fã. Mas…

    Desiludiu-me em Braga e não está a fazer por chegar lá acima. Chega como contrapartida por uma venda importante do empresário que o representa. É o futebol.

  2. E é este o jogador que o Benfica precisa agora? Especialmente depois de despachar Danilo, que me parece um jogador no mesmo molde, mas melhor.
    Duvido sinceramente que Felipe Augusto pegue. Espero enganar-me.

  3. Não sei como vem parar ao Benfica, é tudo meio inexplicável. Qualidade, não tem. Há miúdos na B com muito mais potencial, desde logo o Pepe ou o João Carvalho. Pode ter para outras coisas, mas para o Benfica não tem. E isto depois de sair o Danilo, para agora o Benfica contratar este. Para quê? O denominador comum é Jorge Mendes. Helas! E suspeito que ainda vamos ver o Benfica pagar 15 milhões pelo Danilo.

    • Caro Edson Arantes do Nascimento

      O Pepe e o João Carvalho brincam muito nas selecções, já o Filipe Augusto raramente brincou nas selecções.

      Este é mais um exemplo/argumento que se enquadra na minha teoria.

  4. Alternativa, a falta de agressividade de Pizzi?

    «É claramente um oito, tem grande qualidade técnica, um pé esquerdo fabuloso. Lida muito bem com situações de pressão, é muito forte ao nível do passe e inteligente do ponto de vista tático», descreveu, identificando as diferenças entre os dois jogadores:

    «Pizzi é mais dinâmico, mais rápido; Filipe Augusto é mais posicional, um jogador mais de passe.»

    «O Benfica contrata um bom jogador e um homem muito responsável», resumiu Paulo Fonseca.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*