O caminho da formaçao. Hora de soltar o talento made in Alcochete

Décima crónica “Lateral Esquerdo” no Jornal Record.

Aqui.

 

Informação: 
Formação Sportrail. Comigo. Creditada. 23 de Março das 20 às 23h.

Com debate no final para troca de ideias

Aqui.

Paolo Maldini
Sobre Paolo Maldini 2928 artigos
Creator of the "Lateral Esquerdo", is also a teacher at the University Stadium in Lisbon. Soccer coach, having conquered several national titles in Portugal. Experience as soccer coordinator, and lecturer at various Sports Universities. Author of the book "Build a champion team" from the publisher PrimeBooks.

11 Comentários

  1. Costumo conter-me de comentar aqui, mas dizer que Jesus sempre teve melhor que o Bernardo enquanto este esteve no Seixal ?
    Portanto, Bernardo era inferior a Djuricic, Talisca, Ola John…?
    O único que podem argumentar (e somente em termos de golos, nunca em termos de futebol jogado). Na época em que Bernardo Silva abandonou para o Mónaco, continou o Benfica com o Talisca por insistencia do mesmo Jorge Jesus. É ver onde está um e onde está o outro 🙂

    • *O único que podem argumentar (e somente em termos de golos, nunca em termos de futebol jogado) era o Talisca, porque marcou golos 🙂 Mas por aqui já vi o Ronaldo ser duramente criticado mesmo quando marca golos, portanto presumo que também não vão defender o Talisca que sendo médio deveria acrescentar mais ao jogo do que os golos que marcou.

  2. Caro Paolo Maldini

    Nem mais, alguns destes jogadores têm uma oportunidade única para jogar sem grande pressão e mostrar que merecem ficar no plantel da próxima temporada.

  3. Como já demonstraram e faço questão de repetir, dizer que sempre teve melhor do que o Bernardo é aligeirar a situação – sem motivo aparente, pelo menos para mim – e desdenhar os factos.

    Até porque há outros exemplos de total desprezo, como Semedo ou Lindelof e do outro lado temos oportunidades para Ivans Cavaleiros, S. Vitória, O. John, Talisca e mais alguns – e não estou a dizer que são todos maus jogadores, mas a diferença de potencial para uma máquina como o Bernardo é por demais evidente. E não é de agora.

    Assim como é um facto que esta época repetiu exactamente as mesmas práticas – trocou três ou quatro miúdos que já são bons e podem chegar a muitoooo bons para ir buscar a caderneta dele.

    Só apostou neles porque foi obrigado a isso – no início de Janeiro falava em contratar jogadores e a imprensa também e duas ou três semanas antes da dispensa do Markovic o presidente garantia que “ia explodir”.

    Considero que o problema não é tanto se aposta em jovens ou não. O problema é que o JJ não ouve ninguém e acha que conhece todos os jogadores do mundo (“eu sou a estrutura”, “só o Rui Costa é que sabe de futebol” bla bla bla) e em cima desta falácia aplica um perfil extremamente rígido – como sempre – do jogador para cumprir o seu modelo de jogo.

    Ainda pode ser que mude de atitude mas o que é certo é que anda há anos a repetir as mesmas coisas.

  4. Se o caminho for esse, temo que JJ deixe de ser indicado para o Sporting. À primeira vai cascar no miúdos até à força toda, lembrando que do outro lado estão Coronas, Salvios, Pizzis e Ólivers com muito mais traquejo (e não, não disse qualidade – mas acho que se percebe!)

  5. Está tudo ansioso de mais para os ver espalhar-se ao comprido. Estão com a equipa há pouco mais de um mês. Deixem-nos absorver os comportamentos colectivos da equipa e poderão sobressair ainda mais dentro de algumas semanas.

    Sei que parece, mas isto não é recreio da escola e (algumas) as equipas funcionam como um todo, com e sem bola.

    Está na altura dos miúdos, claro! E concordo com o Maldini – não havendo muito mais a perder há que preparar um futuro que se avizinha muito promissor. Mas dêem espaço aos miúdos no seu processo de evolução natural.

    • Viva amigo,

      Não é aos miúdos que a malta está ansiosa por ver “espalhar ao comprido”…

      São outras dores.

      Grande texto Maldini, está na hora dos meninos sim senhor, tudo lá para dentro a espalhar qualidade e a fazer dum modelo bom um modelo grande.

      Um abraço

      • Exatamente! Atualmente(exluindo os míudos claro), o Sporting tem poucos jogares que consigam interpretar o futebol total de jesus. As “outras dores” não interessam para a discussão futebolista, eu sou do Benfica mas adoro Jorge Jesus, estou lhe muuito grato, o Benfica voltou a ser BENFICA, com ele, o atual modelo do Benfica é trabalhado à 8 anos, Rui Vitória tem mérito claro, mas com jogadores com a qualidade individual que têm… No mercado de verão, o Sporting têm que se reforças bem nas laterais, e claro, procurar um médio para rivalizar com o Adrien(caso saia). O 2017/2018 vai ser em grande!

  6. O Bernardo já era o melhor jogador do Benfica, ainda jogava no Benfica B. Quem é que era melhor que o Bernardo? O Bernardo não teve oportunidades com o Jesus porque o cérebro do Bernardo não cabe no cérebro do Jesus, nem na operacionalização do Jesus. Apenas isso.

  7. Leonardo Jardim não apostou em João Mario, tendo preferido apostar em Andre Martins, Gérson Magrao, Vítor ou Heldon. O Leonardo Jardim que aposta sem reservas em Mbappe.
    Jorge Jesus não apostou em Bernardo Silva, tendo preferido apostar em Gaitan, Salvio, Markovic, Rodrigo, Lima, Ola John, Sulejmani ou Cavaleiro. O Jorge Jesus que aposta sem reservas em Gelson Martins. Acresce que Jorge Jesus essa temporada foi campeão, taça da liga, taça de Portugal e foi à final da Liga Europa.

    A verdade é que nenhum dos grandes aposta de forma estratégica e estrutura nos jogadores provenientes da cantera. Com raras exceções, estes apenas são considerados quando as verdadeiras apostas correm mal ou quando estes se lesionam.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*