Vendaval nos Arcos, com melhor resultado que exibição.

Benfica sem nunca acertar na pressão, a partir em dois blocos a cada saída para o ataque do Rio Ave, porque Pizzi, os alas e os avançados sempre ultrapassados.

Sem largura em profundidade, porque alas sempre dentro, fechava o campo, e tornava mais fácil não só impedir chegadas à criação, como retirava à equipa encarnada possibilidades para construir com bola no chão.

Em cima de erros colectivos, vários jogadores sem qualidade de saída de pressão, no sector mais recuado, e a cada pressing do Rio Ave, Benfica batia e nunca construía para poder criar.

Um jogo péssimo do Benfica, na mesma medida em que a equipa de Miguel Cardoso demonstrou competência incrível para jogar em todos os momentos.

Nota positiva nos encarnados para Zivkovic. Com a sua entrada cresceu bastante o Benfica. O único que demonstrou atributos para pensar o jogo sem ter erros técnicos.

Rodrigo Castro
Sobre Rodrigo Castro 111 artigos

Rodrigo Castro, um dos fundadores do Lateral Esquerdo. Licenciado em Ed física e desporto, com especialização em treino de desportos colectivos, pôs graduação em reabilitação cardíaca e em marketing do desporto, em Portugal com percurso ligado ao ensino básico e secundario, treino de futsal, futebol e basquetebol, experiência como director técnico de uma Academia. Desde 2013 em Londres onde desempenhou as funções de personal trainer ligado à reabilitação e rendimento de atletas. Treinador UEFA A.

3 Comentários

  1. Com Jonas e Pizzi a falhar passes na 1a meia hora como nunca se viu… nota se que sem eles o Benfica fica ultra limitado e alem disso o tao “criticado” Salvio faz demasiada falta numa equipa sem desiquilibradores. Abraço

  2. Pizzi fartou-se de falhar passes, não é hábito, e Jonas a mesma coisa, também não é hábito.
    Um mau dia, um dia com karma negativo como quando perdemos o ano passado na Madeira com o Marítimo. Ou empatámos em casa com o Boavista.
    Quero acreditar que não volta a acontecer.
    Estava a ver o jogo e perguntava, “os tipos tomaram alguma coisa”?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*