Diogo Dalot e Úmaro Embaló

Os dois jovens portugueses têm sido associados a grandes transferências para a Bundesliga.

Dalot é o defesa direito da geração de 1999 do FC Porto, e Úmaro Embaló, extremo ainda juvenil do SL Benfica.

Ficam aqui alguns recortes das duas promessas portuguesas:

 

Paolo Maldini
Sobre Paolo Maldini 3256 artigos
Criador do "Lateral Esquerdo", tendo sido como Treinador Principal, Campeão Nacional Português (2x), vencedor da Taça de Portugal (2x), e da Supertaça de Futebol Feminino, em três anos de futebol feminino. Treinador vencedor do Galardão de Mérito José Maria Pedroto - Treinador do ano para a ANTF (Associação Nacional de Treinadores de Futebol), e nomeado para as Quinas de Ouro (Prémio da Federação Portuguesa de Futebol), como melhor Treinador português no Futebol Feminino. Experiência como Professor de Futebol no Estádio Universitário de Lisboa, palestrante em diversas Universidades de Desporto, e entidades creditadas pelo Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ). Autor do livro "Construir uma Equipa Campeã" da PrimeBooks. Analista de futebol na TV e no Jornal Record.

6 Comentários

  1. Dalot impressiona-me já há muitos anos. Tem um potencial como não me lembro de ver Naquela posição em Portugal, mas já faz muita coisa bem. Gostava tanto que o meu FCP apostasse nele, assim como noutros. Há muita, muita qualidade na equipa B do Porto.

    • Quase a linha defensiva toda: GR, LD e 2 DC. Quase caricato ouvir um jogo deles… Já agora também são habitualmente titulares na seleção.

      • Só por brincarem na selecção é que ainda não jogam na equipa principal.

        Não tens de agradecer, Superleão. O teu trabalho está feito.

      • Tecnicamente ainda há o Diogo Bessa para lateral esquerdo, salvo erro o FC Porto B até já jogou esta época com os 5 em simultâneo 🙂 mas Costa e Dalot são jogadores num nível de maturidade competitiva completamente diferente. Mesmo entre eles, Dalot é um jogador feito. Leite e Queirós cometem erros que, não sendo inadmissíveis, deixam-me um bocado de pé atrás.

  2. São dois jogadores em processos de maturação totalmente diferentes fruto da idade e do nível de competitivo inseridos.

    No caso do Dalot é um jogador muito interessante devido a sua inteligência com tenra idade. É um protótipo de lateral moderno. Capaz de dar progressão por fora como tem capacidade técnica para iniciar a construção manter a posse e explorar o jogo interior.

    O Embalo é um extremo capaz de desequilibrar com a sua velocidade e ao mesmo tempo aparecer a finalizar oferece muita verticalidade e capacidade para extender o campo

1 Trackback / Pingback

  1. A estreia de Diogo Dalot – Lateral Esquerdo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*