A pérola da Madeira

Estreou-se no passado fim de semana na Liga portuguesa, e num campo de grande dificuldade e responsabilidade, um miúdo de 99, que encheu de classe a Pedreira.

Dezanove aninhos feitos há dois meses, e uma tranquilidade e categoria com bola nos pés, altamente invulgar em jogadores da sua posição.

A vontade e qualidade de jogar, as capacidades condicionais e até a sua própria morfologia, tornam Arthur Henrique, o defesa central do Nacional da Madeira, um dos jogadores mais importantes de seguir em Portugal na presente temporada.

Uma verdadeira pérola que se trabalhada tacticamente, não só com noções de espaço e posicionamento, mas também de orientação corporal, chegará bem mais adiante do que a ilha da Madeira. Porque o que é inato, está tudo lá.

 

Paolo Maldini
Sobre Paolo Maldini 3404 artigos
Criador do "Lateral Esquerdo", tendo sido como Treinador Principal, Campeão Nacional Português (2x), vencedor da Taça de Portugal (2x), e da Supertaça de Futebol Feminino, em três anos de futebol feminino. Treinador vencedor do Galardão de Mérito José Maria Pedroto - Treinador do ano para a ANTF (Associação Nacional de Treinadores de Futebol), e nomeado para as Quinas de Ouro (Prémio da Federação Portuguesa de Futebol), como melhor Treinador português no Futebol Feminino. Experiência como Professor de Futebol no Estádio Universitário de Lisboa, palestrante em diversas Universidades de Desporto, e entidades creditadas pelo Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ). Autor do livro "Construir uma Equipa Campeã" da PrimeBooks. Analista de futebol na TV e no Jornal Record.

2 Comentários

  1. Isto é fora do normal. Que qualidade incrível!

    A forma como quebra linhas adversárias…”Joga sempre no mais longe possível’, dizia um dos célebres nomes do futebol mundial.

    Os grandes vão abrir o olho rápido. Com certeza o Abel pensou, ‘este miúdo está a conseguir desmontar esta merda. Meia duzia de segundos, e pela idade que tem, fica claro na retina um futuro promissor. Dependendo, como sempre, de imensas variáveis futuras…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*