Oito, nove e dez – Ele é o Benfica

Incrível Jonas. Ele é o jogo interior do Benfica.

Em Tondela, construiu, criou e finalizou. Para cada espaço do campo, tem soluções. Mais baixo a iniciar cada ataque, a atrair adversários para desmanchar ainda a linha média do oponente, mais próximo da baliza adversária, a destruir linhas defensivas, e na grande área, na arte do engano dos seus marcadores, e na leveza do gesto técnico que chega sempre ao destino.

Sem palavras para o Jonas. Nesta fase, ele é o Benfica de Rui Vitória.

 

Paolo Maldini
Sobre Paolo Maldini 3416 artigos
Criador do "Lateral Esquerdo", tendo sido como Treinador Principal, Campeão Nacional Português (2x), vencedor da Taça de Portugal (2x), e da Supertaça de Futebol Feminino, em três anos de futebol feminino. Treinador vencedor do Galardão de Mérito José Maria Pedroto - Treinador do ano para a ANTF (Associação Nacional de Treinadores de Futebol), e nomeado para as Quinas de Ouro (Prémio da Federação Portuguesa de Futebol), como melhor Treinador português no Futebol Feminino. Experiência como Professor de Futebol no Estádio Universitário de Lisboa, palestrante em diversas Universidades de Desporto, e entidades creditadas pelo Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ). Autor do livro "Construir uma Equipa Campeã" da PrimeBooks. Analista de futebol na TV e no Jornal Record.

5 Comentários

  1. Grimaldo, Salvio, Gedson, Gabriel, Pizzi, Krovi, Zivko, Rafa, Ferreyra, Felix e Jonas e joga-se tão pouco… Dava para fazer os 2 melhores ataques do campeonato.
    Volta Vitó, anda mostrar ao Pinto o erro que cometeu!!

  2. De facto… Jonas! Máquina! Mas deste jogo também ficou a sensação – como já referiram noutro comentário – que o 4-4-2 poderá resultar muito melhor tendo em conta os atletas à disposição. Ainda que num jogo ou noutro se possa pensar noutras dinâmicas mais próximas do 4-3-3.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*