Daniel Bragança – visão, percepção, giro e andamento

Há não tanto tempo atrás, era costume admirar-se o protótipo de jogador muito agressivo e esforçado, mesmo que só fosse competente nos momentos em que a sua equipa não tinha posse. Hoje vai fazendo voga um certo “fetiche” por jogadores cujos traços apenas lhes permitem ser competentes nos momentos com bola. Daqueles que só os adeptos não conseguem nunca perceber porque não são chamados a jogo fim de semana após fim de semana.

Há também uma tendência sempre actual de se considerar que a morfologia determina competências ofensivas ou defensivas.

Daniel Bragança foge ao estereotipo mais comum. Ao contrário de tantos outros jogadores com aquele perfil tão apaixonante, que alia à percepção que tem do espaço e à forma como o conquista na sua decisão e gesto técnico, uma capacidade motora que lhe permite ter o que Xavi em tempos definiu como “GIRO”, Daniel tem também muitos argumentos no jogo defensivo. A forma rápida e hábil como se move, permite-lhe fechar espaços atempadamente, sair agressivo no portador e vencer duelos porque tem mais destreza que os adversários!

Ora perceba (LIGAR O SOM)

Paolo Maldini
Sobre Paolo Maldini 3543 artigos
Pedro Bouças - Criador do "Lateral Esquerdo", tendo sido como Treinador Principal, Campeão Nacional Português (2x), vencedor da Taça de Portugal (2x), e da Supertaça de Futebol Feminino, em três anos de futebol feminino. Treinador vencedor do Galardão de Mérito José Maria Pedroto - Treinador do ano para a ANTF (Associação Nacional de Treinadores de Futebol), e nomeado para as Quinas de Ouro (Prémio da Federação Portuguesa de Futebol), como melhor Treinador português no Futebol Feminino. Experiência como Professor de Futebol no Estádio Universitário de Lisboa, palestrante em diversas Universidades de Desporto, Cursos de Treinador e entidades creditadas pelo Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ). Autor do livro "Construir uma Equipa Campeã" da PrimeBooks. Analista de futebol na TV e no Jornal Record.

4 Comentários

  1. Daniel Bragança é o 6 que o Sporting tanto procurou. Campeão e capitão em todos os escalões de formação do Sporting. Se chegaremos a vê-lo no meio campo da primeira equipa do Sporting já são outros quinhentos.

  2. Confesso que me tem surpreendido a utilização que tem tido com o Álvaro Magalhães (esperava poucos minutos), que da última vez que vi uma equipa dele parecia privilegiar jogadores mais físicos (o primeiro protótipo de jogador que referenciaram). Parece-me um excelente sinal.

    Dos poucos jogos que vi dos sub-23 do Sporting pareceu-me o jogador que mais se destacava e com mais influência no rendimento da equipa.

    • O Sporting tem tudo para ser campeão na próxima época, tem de longe o melhor treinador da 1ªLiga, o plantel ainda não é o melhor, mas para lá caminha, manter a base de qualidade que temos, contratar 4,5 jogadores de indiscutível qualidade, aproveitar o talento de Mama Balde, Domingos Duarte, Daniel Bragança e Matheus Pereira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*