O bom velho novo José

Oitenta e três minutos de jogo no Tottenham x Olympiakos, Dele Alli sai pela linha lateral mais próxima, e percorre uma infinidade de metros até chegar ao banco. Pelo caminho faz toda a linha final da bancada onde os lugares são de pé, sempre aclamado em extâse por um público deliciado com a sua performance. Em pé, próximo do banco José Mourinho recebe o seu novo pupilo com uma salva de palmas. Dele Alli sorri. Há demasiado tempo que procurava este momento.

É muito cedo para grandes considerandos, mas no próprio novo e incrível Estádio do Tottenham sente-se uma aura diferente. É o peso de José Mourinho, uma figura reputadíssima e ainda mais por toda a Inglaterra.

now we are going to win titles

O bom velho José dá sinais de uma alegria recuperada. A transformação que se adivinha em alguns jogadores fazem recordar tempos antigos em que transformou Lampard, Terry, Drogba e tantos outros em Estrelas Mundiais.

São muitas as novidades tácticas que traz para a nova aventura.

4x4x2 em Organização Defensiva, com timing de pressão maioritariamente definido pela entrada da bola no corredor lateral, com a particularidade de haver liberdade para Son preocupar-se com homem, não baixando tanto quando bola está no corredor oposto, preparando-se já para momento posterior ao defensivo – Quão letal poderá tornar-se (ainda mais)?

Son em meia distância – Liberdade para fechar apenas com bola no seu corredor – Preparado para Transição Ofensiva, mas para também vir fechar espaço. Alli e Kane em diagonal, garantindo sempre a protecção à dupla de médios centro

3x2x5 em Organização Ofensiva, com linhas de passe a todo o instante e procura de chegada com grande variabilidade – Constantes ligações interiores que procuram Dele Alli, Moura ou Kane, mas também variações de corredor à procura de Aurier, e passes verticais após indicador padronizado para rupturas de Son.

A particularidade de o posicionamento de Aurier em Organização Ofensiva, já ter ficado bem notado no belo golo que somou

Muito trabalho para afinar o que mais diferença faz no alto nível – O PORMENOR, e ainda uma Transição Defensiva que se vai desenhando em função dos novos posicionamentos ofensivos, mas muito rapidamente o Tottenham voltou a crescer – E daqui por uma semana José estará de regresso a Old Trafford.

Paolo Maldini
Sobre Paolo Maldini 3697 artigos
Pedro Bouças - Licenciado em Educação Física e Desporto, Criador do "Lateral Esquerdo", tendo sido como Treinador Principal, Campeão Nacional Português (2x), vencedor da Taça de Portugal (2x), e da Supertaça de Futebol Feminino, bem como participado em 2 edições da Liga dos Campeões em três anos de futebol feminino. Treinador vencedor do Galardão de Mérito José Maria Pedroto - Treinador do ano para a ANTF (Associação Nacional de Treinadores de Futebol), e nomeado para as Quinas de Ouro (Prémio da Federação Portuguesa de Futebol), como melhor Treinador português no Futebol Feminino. Experiência como Professor de Futebol no Estádio Universitário de Lisboa, palestrante em diversas Universidades de Desporto, Cursos de Treinador e entidades creditadas pelo Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ). Autor do livro "Construir uma Equipa Campeã", e Co-autor do livro "O Efeito Lage", ambos da Editora PrimeBooks Analista de futebol no Canal 11 e no Jornal Record.

3 Comentários

    • O português tava meio esquisito 🙈 já corrigi… Padronizado é uma cena fechada – após acontecer isto fazes isto… N ha 2as decisões p serem tomadas… Algo predefinido

      • Ah boa. Como leigo sempre acreditei no “mito” que a estrutura defensiva de uma equipa decorria do treino, sendo preparada e esquematizada, enquanto que o ataque seria a consequência da espontaneidade e qualidade individual dos atacantes. Posts como estes ajudam a quebrar esse mito. Cumps.

1 Trackback / Pingback

  1. O renascimento de Dele Alli e as rupturas de Son – Lateral Esquerdo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*