Willian Arão, a chave inglesa

Soccer Football - Club World Cup - Semi Final - Flamengo v Al Hilal - Khalifa International Stadium, Doha, Qatar - December 17, 2019 Flamengo's Diego and Willian Arao celebrate their second goal REUTERS/Kai Pfaffenbach

São vários os jogadores de qualidade elevada no Flamengo. De todos há dois que destaco com potencial e qualidade imediata para entrar com muito sucesso nos clubes Europeus. Pablo Mari e Willian Arão.

Jorge Jesus volta a encontrar num médio centro as características que desde sempre sonhou ter na posição seis.

Grande capacidade de equilíbrio da equipa, pela cadência elevada de passada, inteligência na ocupação dos espaços e habilidade para se impor nos duelos – No ar ou no chão, Arão recupera as bolas todas – Pelos seus traços individuais e muito pela forma como se posiciona.

É o médio que baixa para a linha dos centrais na saída de bola ofensiva – Para dar superioridade com bola nas saídas contra 2 avançados (passando o Flamengo a sair a 3 com Mari e Caio), mas também para garantir que na Transição Defensiva (momento em que o Flamengo perde a bola) esteja assegurada a marcação a uma das referências adversárias para sair em contra ataque.

No jogo que levou o Flamengo à final do Mundial de Clubes, Arão somou 12 recuperações da posse (o dobro do segundo jogador do Flamengo com mais roubos – Rodrigo Caio e Felipe Luiz) e catorze passes ofensivos certos, contribuindo decisivamente para o equilíbrio defensivo quer em Transição quer em Organização, mas também pelo impor do ritmo ofensivo do jogo da equipa de Jesus

Paolo Maldini
Sobre Paolo Maldini 3735 artigos
Pedro Bouças - Licenciado em Educação Física e Desporto, Criador do "Lateral Esquerdo", tendo sido como Treinador Principal, Campeão Nacional Português (2x), vencedor da Taça de Portugal (2x), e da Supertaça de Futebol Feminino, bem como participado em 2 edições da Liga dos Campeões em três anos de futebol feminino. Treinador vencedor do Galardão de Mérito José Maria Pedroto - Treinador do ano para a ANTF (Associação Nacional de Treinadores de Futebol), e nomeado para as Quinas de Ouro (Prémio da Federação Portuguesa de Futebol), como melhor Treinador português no Futebol Feminino. Experiência como Professor de Futebol no Estádio Universitário de Lisboa, palestrante em diversas Universidades de Desporto, Cursos de Treinador e entidades creditadas pelo Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ). Autor do livro "Construir uma Equipa Campeã", e Co-autor do livro "O Efeito Lage", ambos da Editora PrimeBooks Analista de futebol no Canal 11 e no Jornal Record.

2 Comentários

  1. Boa tarde, se você está contente com o futebol do W.Arão,quero ver quando você ver o raparigo Diego Pituca e Pato Sanchez no peixão!!!
    Boa sorte na nova jornada e esperamos um time ofensivo!!!
    Um grande abraço!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*