Posse assimétrica italiana – Notas sobre a construção de Mancini

Perante a possibilidade de marcações individuais muito agressivas ou comportamentos de zona mais passivas/clássicas que impeçam a progressão da organização ofensiva nas suas fases (construção, criação, finalização) a adoção de princípios de construção assimétricos pode ser uma boa estratégia para provocar espaços por atração e superioridades locais. Tal pode também surgir devido à integração das características individuais dos jogadores, com o modelo a sofrer então influência dos comportamentos particulares dos atletas e não o contrário. De qualquer das formas, seja algo estratégico pelo referido anteriormente ou puramente situacional pela interpretação dos jogadores, há um certo grau de imprevisibilidade (e de adaptabilidade que provoca ao adversário, que terá de pressionar de diferentes formas em curtos períodos de tempo no jogo) que a construção assimétrica pode aportar ao modelo e a Itália de Mancini parece querer adotar esses princípios pela pequena amostra que se vislumbrou no amigável frente à Republica Checa. Com um início de construção relativamente padronizado (saída em 2+1 com centrais e médio-centro, com os laterais baixos), a fase criativa deu-se de maneira diferente à direita e à esquerda no que respeita às relações lateral – interior – extremo:

  • À esquerda, Spinazzola normalmente projetava-se em largura e profundidade máxima, com Insigne a entrar em zonas interiores (onde se sente mais confortável para definir orientando-se para o pé dominante) entre linha média e linha defensiva e o interior desse lado (Locatelli) a baixava em apoio para ser opção de passe e posteriormente de lançador (forte no passe longo) ou como compensação ao lateral em caso de perda.
  • À direita, duas variantes: Florenzi, com comportamentos de menor envolvência ofensiva, mantinha o posicionamento baixo da construção e a largura máxima em profundidade ou era dada pelo extremo desse lado (Berardi) com Barella a avançar em rotura para a zona interior (posicionamento semelhante a Insigne do lado contrário), ou era dada pelo interior do Inter e com o extremo a ir dentro.

Os nossos Videos são criados com

Sobre Juan Román Riquelme 67 artigos
Analista de performance em contexto de formação e de seniores. Fanático pela sinergia: análise - treino - jogo.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*