Uma Construção de Primeira – O Estoril de Bruno Pinheiro

No regresso ao principal escalão do Futebol Português, a vitória em Arouca trouxe uma primeira parte de luxo para o Estoril. Uma qualidade incrível a construir, paciência para mover a oposição e a conseguir desmontar, fundamentalmente na primeira meia hora, a organização defensiva arouquense. Foram vários os bons momentos na primeira-parte que demonstraram a possibilidade do Estoril poder ser uma surpresa agradável na temporada que vêm ai. À qualidade da ideia têm-se juntado a chegada de novos reforços que vão de encontro a essa mesma ideia como os casos de Geraldes ou Meshino, mas também a chegada de alguns elementos que disputaram e se sagraram campeões da Liga Revelação como Bernardo Vital ou Chiquinho.

Uma construção de primeira pela qualidade incrível demonstrada no jogo de ontem, mas também que vêm da temporada passada e que se caracteriza pelo constante uso do Guarda-Redes para criar superioridades desde trás, pela presença dos laterais em zonas muito baixas que condiciona a pressão adversária, pela (muita) paciência para mover a primeira linha de pressão adversária e ainda, também pela personalidade e qualidade dos centrais neste momento. A forma como o Estoril manipula a pressão é soberba e poucas serão as equipas com a qualidade do Estoril a construir desde trás e a chegar com tanta qualidade ao último terço. Evidentemente que, os desafios da primeira liga serão diferentes e a equipa poderá ter “dores de crescimento”, mas o caminho não deixará de ser o mesmo. Caminho que valoriza a bola e que, por consequência, valoriza o jogador.

Uma Construção de Primeira que permite chegar a zonas de criação (espaço nas costas da linha média adversária) com regularidade, seja por dentro ou por fora como ficou patente no primeiro golo da vitória em Arouca.

Sobre Pirlo 119 artigos
Apaixonado pelo jogo e pela análise. É o pormenor que me move na procura do conhecimento. Da análise ao jogo, passando pelo treino, o Futebol é a minha grande paixão.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*