O domínio do Pormenor – Individual que potencia o Coletivo

Tantos anos vivemos numa era de domínio individual no jogo. Havia sistemas, e até algumas dinâmicas que se criavam entre os próprios jogadores, ou por sugestão do treinador, mas só no presente século se sentiu em pleno a evolução do colectivo – Excepções como as equipas de Arrigo Sachi, entre outros sempre houveram, naturalmente.

E essa evolução é verdadeiramente arrebatadora. Desde a competição mais visível e de maior notoriedade, até aos escalões secundários, e até ao futebol jovem, extremamente complicado é encontrar equipas que não tenham princípios de acção comuns. Na Liga anterior tive oportunidade de ver inúmeros jogos ao pormenor e não encontrei uma equipa sem “dedo” do seu treinador. Algumas mais “rígidas” taticamente, outras mais preocupadas em integrar talento, umas mais preocupadas em defender mesmo quando atacam e outras ofensivas e com muita intenção de jogar bem com bola.

Nos tempos mais recentes, e com “toda a gente” com grande competência no domínio colectivo do jogo, volta o individual a ter de emergir para fazer a diferença. Porque coletivamente as diferenças já são pequenas entre diferentes equipas das mesmas provas – e até de provas bem díspares – volta o pormenor individual a elevar o patamar de rendimento das diferentes equipas.

Recentemente tenho tido a felicidade de realizar análises individuais com diferentes jogadores profissionais de futebol de diferentes Ligas e é impressionante perceber como o incremento da eficiência técnico-tática individual impacta também no jogo coletivo. E quão disponíveis estão os jogadores para melhorar as suas acções em campo.

No topo, pouco importa ter intenções e ideias gerais, coletivas, quando não há individualmente o domínio do pormenor. A equipa mais bem trabalhada coletivamente poderá perder por dez contra a pior, desde que as forças oponham talentos de dimensão oposta.

O jogo é mais rápido ou mais lento, não somente pela velocidade do deslocamento mas pela qualidade das acções técnicas. Não importa querer romper entre linhas quando o domínio do pormenor individual fará perder tempo, espaço ou até a bola se tal for a rota escolhida. Pelo contrário, o que é bom – A intenção de chegar a zona de criação em espaço central – vira mau – perder a posse dentro, aberto, será sempre mais arriscado do ponto de vista de ter de defender um contra ataque.

Depois do Modelo, da Estratégia, virá o desenvolvimento do individual até ao seu expoente máximo. Porque na formação se descurou o “eu” pelo “nós”, acima há que ensinar, dotar, corrigir. Para depois se repetir.

É garantindo o sucesso individual, que se chega ao sucesso coletivo. Não há sucesso de grupo sem sucesso individual. Não importa que estilo queres na tua equipa, que sistema ou até a dinâmica dos movimentos se no fim do dia não sabes como receber ou passar uma bola, ou como abordar um duelo na tua área defensiva. O resultado será igual independentemente do teu sistema ou estilo.


Rating: 5 out of 5.
Sobre Paolo Maldini 3825 artigos
Pedro Bouças - Licenciado em Educação Física e Desporto, Criador do "Lateral Esquerdo", tendo sido como Treinador Principal, Campeão Nacional Português (2x), vencedor da Taça de Portugal (2x), e da Supertaça de Futebol Feminino, bem como participado em 2 edições da Liga dos Campeões em três anos de futebol feminino. Treinador vencedor do Galardão de Mérito José Maria Pedroto - Treinador do ano para a ANTF (Associação Nacional de Treinadores de Futebol), e nomeado para as Quinas de Ouro (Prémio da Federação Portuguesa de Futebol), como melhor Treinador português no Futebol Feminino. Experiência como Professor de Futebol no Estádio Universitário de Lisboa, palestrante em diversas Universidades de Desporto, Cursos de Treinador e entidades creditadas pelo Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ). Autor do livro "Construir uma Equipa Campeã", e Co-autor do livro "O Efeito Lage", ambos da Editora PrimeBooks Analista de futebol no Canal 11 e no Jornal Record.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*