Diário do CAN 2021, Dia 1: Grupo A

Grupo A, Jornada nº 1

Teve início a maior competição de seleções do continente africano e arrancou com o país anfitrião (Camarões) a receber e vencer o Burquina-Faso por duas bolas a uma.

A equipa de António Conceição venceu e demonstrou a sua superioridade ao logo de grande parte do jogo. Apesar do Burquina-Fase ser a primeira equipa ao chegar ao golo, na sequência de uma bola parada, a insistência resultou numa saída em falso de Andre Onana e Gustavo Sangare não facilitou e colocou a sua equipa em vantagem… Com Aboubakar em grande destaque ao ser o marcador das duas grandes penalidades que valeram o resultado positivo para Camarões e ainda tendo alcançado um hat-trick que acabaria por ser anulado por um golo em fora-de-jogo por escassos centímetros. Um grande destaque para o médio camaronês Anguissa, não sendo um desconhecido, trata-se de um médio com grande qualidade neste contexto, destacando-se pela sua presença e chegada à área. Contudo, o protagonismo que alcança na sua seleção é totalmente diferente do conseguido em Nápoles, não deixando de ser um jogador importante em Itália. Outro dos grandes nomes desta seleção é Choupo-Moting, que entrou na segunda parte, numa fase em que a equipa de António Conceição passou a jogar em 1.4.4.2. até à saída de Aboubakar. Do lado de Burquina-Faso, o meu grande destaque vai para o também conhecido Bertrand Traore (Aston Villa), em que se tratou do jogador mais inconformado da equipa, com bastantes arrancadas com bola (por vezes me demasia) para tentar encontrar os desequilíbrios dos adversários. Esta equipa contou ainda com a presença do guarda-redes Koffi (Belenenses, 19/20).

Vídeo retirado do YouTube oficial da CAF

No outro jogo do Grupo A, Cabo Verde venceu por uma bola a zero a equipa da Etiópia.

Diante de uma Etiópia que ficou condicionada a 10 jogadores muito cedo no jogo, vendo ser expulso o seu central, Yared Baye ao décimo minuto de jogo, Cabo Verde (também fragilizada devido ao Covid-19, foi a jogo com 6 suplentes) dominou e venceu o jogo com alguma tranquilidade. Sem conseguir uma exibição capaz de empolgar os espectadores, conseguiu criar várias oportunidades de golo que não conseguiu concluir com sucesso. O grande destaque desta equipa vai para Garry Rodrigues, sendo para mim a maior referência e o jogador que se diferencia dos restantes. Contou ainda em campo com jogadores bem conhecidos do futebol português, como foi o caso dos titulares Nuno Borges (Casa Pia), Marcio Rosa (CDC Montalegre) e Stopira (Feirense e Santa Clara). Saltaram do banco Patrick Andrade (Moreirense, Salgueiros, Famalicão) e Vagner (Gil Vicente). Do banco não saíram Diney Borges (Estoril e Marítimo) e o Delmiro (Farense e Varzim).

Vídeo retirado do YouTube oficial da CAF


FlashScore.pt

Sobre Zidane 23 artigos
André Azevedo. Treinador de Futebol (UEFA B). Licenciado em Educação Física. Mestre em Ciências do Desporto (Especialização em Alto Rendimento). Experiência como Treinador-Adjunto e Principal de escalões de Formação, assim como Analista, Preparador Físico e Treinador-Adjunto no Futebol Sénior em contextos como CD Tondela, FC Paços de Ferreira e Seleção Nacional de Moçambique, respectivamente.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*