O que ofereceu Meité na ausência de Weigl

O jogo com o Vitória na Luz veio mostrar ao mundo benfiquista que Meité poderá ser mais vezes opção. Na ausência de Julian Weigl, a posição 6 ficou órfã e sem um substituto natural, a opção recaiu em Meité que acabou por ser uma das boas surpresas do jogo estando envolvido em vários lances positivos do Benfica e acima de tudo nos golos.

Meité fez a sua carreira quase sempre em sistemas de meio campo com 3 elementos onde as suas lacunas ficam mais escondidas e onde os seus atributos técnicos acabam por sobressair. É um jogador que oferece mais ousadia no passe do que o alemão e tem uma compleição física que oferece garantias nos duelos.

Jogando na posição de médio mais recuado no sistema de Veríssimo, acaba por pecar por não ter um raio de ação muito elevado nem ter uma passada larga que o faça deslocar-se para todos os setores do campo rapidamente. Contudo, nesse aspeto, por vezes, Weigl também tem dificuldades quando o adversário obriga a equipa do Benfica a bascular constantemente.

O jogador francês várias vezes fez aquilo que Weigl é criticado por não fazer. Passes verticais para dentro do bloco adversário. Nem sempre com sucesso mas sempre que a bola chegou, o Benfica ficava em condições de empurrar o adversário mais para trás. Mesmo no passe longo acabou por fazer estragos e provocar dois lances de golo onde também Gilberto sobressaiu.

Onde ainda mostra dificuldade é nos níveis de concentração que não são constantes. Várias vezes perdeu a posição ou a referência individual e acabou por deixar o Vitória Sport Clube em condições de começar a sua fase de criação. Taticamente também se percebeu que não tem as rotinas da equipa (o que é normal dado os minutos de competição que tem) e num meio campo com Taarabt as dúvidas de marcação foram surgindo ao longo dos minutos iniciais da partida. Após o Benfica marcar, a equipa acabou por acalmar e corrigir posicionamentos que levaram a uma segunda parte tranquila.

Apesar de preferir jogar na posição 8, Meité acabou por mostrar que com mais minutos e oportunidades pode revelar-se uma opção interessante para render Weigl em vários jogos da liga interna.

Sobre EdgarDavids 58 artigos
Analista de Desempenho Coletivo e Individual & Técnico de Exercício Físico.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*