SL Benfica. De quem se fala.

white corner field line on artificial green grass of soccer field
André Gomes. Muita determinação, capacidade física e sobretudo personalidade. No seu primeiro ano de sénior joga como um jogador experiente. É um jogador de potencial elevado. Todavia, ainda soma demasiados erros técnicos e tácticos para o nível de exigência do clube. Posicionalmente há que melhorar as coberturas ao colega médio centro, quando este sai à bola. Várias foram as vezes em que por não se movimentar para trás de Matic, obrigou um dos centrais a desposicionar-se para controlar o lance. Tecnicamente, para além de vários passes errados, há que continuar a melhorar a recepção. O jogo é agora mais rápido e agressivo e receber bem é manter a bola junto ao pé, e não ter de dar um ou dois passos para a manter.
Luisinho. Grande qualidade técnica. Mais do que a finalização, impressionou a forma como iniciou a jogada do primeiro golo. É todavia um jogador que se preocupa um pouco mais consigo do que com a equipa. Diversas vezes podia ter soltado mais cedo para colegas em melhor posição e foi preferindo progredir. Dá nas vistas, porque tem de facto um toque de bola excelente, e é inteligente nos espaços que individualmente procura, mas nem sempre oferece o que a equipa precisa. Perde várias vezes timings para soltar. Sente algumas dificuldades defensivas, mas nada que um bom modelo de jogo não consiga ocultar. É uma óptima solução num plantel de vinte e alguns jogadores.
Ola John. O melhor em Barcelos! Depois de uma pré-época medíocre e do consequente desaparecimento, finalmente o holandês em campo. Excelente os timings e as opções que toma quando solta a bola. Boa qualidade de passe e sempre à procura de colegas soltos no corredor central. Foi uma verdadeira agradável surpresa. Somou algumas perdas, mas sempre em momentos em que a equipa o deixou entregue a si, sem soluções que não o drible. Não é seguramente o jogador que Jesus supunha, depois das arrancadas que trucidaram Maxi no jogo da época transacta. É um jogador mais cerebral, que procura mais soluções conjuntas do que individuais. Mais próximo de Nolito do que de Sálvio, por exemplo. É pouco intenso após a perda, e numa equipa tão desequilibrada como o Benfica, que depende em demasia das recuperações altas, tal pode ser letal e justificar a sua prolongada ausência.
Lima. Avançado completo. Sabe finalizar, sabe participar na fase que antecede a finalização. Recebe em apoio no corredor central, ou desmarca-se para o lateral quando faltam opções sobre o exterior ao portador. Sabe tudo sobre o seu trabalho, é generoso e lutador. É rápido q.b., agressivo a atacar o espaço e bom a receber no pé. Parece por agora o único avançado com lugar garantido na equipa de Jorge Jesus. Notável a sua utilidade. Tem feito a diferença.

Paolo Maldini
Sobre Paolo Maldini 3767 artigos
Pedro Bouças - Licenciado em Educação Física e Desporto, Criador do "Lateral Esquerdo", tendo sido como Treinador Principal, Campeão Nacional Português (2x), vencedor da Taça de Portugal (2x), e da Supertaça de Futebol Feminino, bem como participado em 2 edições da Liga dos Campeões em três anos de futebol feminino. Treinador vencedor do Galardão de Mérito José Maria Pedroto - Treinador do ano para a ANTF (Associação Nacional de Treinadores de Futebol), e nomeado para as Quinas de Ouro (Prémio da Federação Portuguesa de Futebol), como melhor Treinador português no Futebol Feminino. Experiência como Professor de Futebol no Estádio Universitário de Lisboa, palestrante em diversas Universidades de Desporto, Cursos de Treinador e entidades creditadas pelo Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ). Autor do livro "Construir uma Equipa Campeã", e Co-autor do livro "O Efeito Lage", ambos da Editora PrimeBooks Analista de futebol no Canal 11 e no Jornal Record.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*