O Bulo é do Bayern.

Ainda júnior tornou-se uma referência na equipa principal do Benfica.
Tende-se a esquecer tal facto. Renato é de 97 e já é indiscutível no líder do campeonato português. Traça-se o potencial e elogia-se tantos outros mais velhos que ainda nem se conseguiram impor totalmente e por vezes parece querer-se ignorar o potencial de Renato. Ainda esta semana se ouviu Jorge Jesus garantir que Semedo, de 94 e que só na presente época garantiu lugar no seu clube, será a kms o central da selecção. E por vezes parece que tudo se faz para ignorar e desvalorizar o quão extraordinário é haver um míudo com idade júnior que está à beira de chegar aos dois mil minutos na Liga. Nem em clubes de menores aspirações surgem miúdos ainda júniores a impor-se com esta importância. Mais extraordinário se torna quando se fala de uma das equipas pretendentes ao titulo em Portugal.
Não tem a tomada de decisão dos melhores, como nenhum dos melhores tinha enquanto junior. E pelo perfíl de jogador que demonstra ser é bem provavel que nunca chegue a ter a classe de outros.  Não vê mais além e erra demasiadas vezes em posse. E até sem ela, como todos os melhores com a sua idade o faziam. O que não se pode ignorar são as qualidades absolutamente invulgares que já possui nos dias de hoje. Não apenas o lado atlético que lhe permite comer metros muito rapidamente e vencer duelos individuais. Mas sobretudo o que com bola demonstra potencial para chegar. Com tanto erro, já progride e quebra linhas com uma facilidade assombrosa. E cada vez mais, num jogo tão mecânico e robotizado, ter alguém que no corredor central é capaz de desorganizar a estrutura adversária só pela forma como em progressão ultrapassa adversários é uma vantagem que pode muito bem ser explorada a preceito em qualquer modelo de jogo. 
O rendimento actual de Renato está bastante longe dos trinta e cinco milhões. Todavia, na actualidade paga-se ao potencial. E negar o potencial que tem o jovem português é crime.
Paolo Maldini
Sobre Paolo Maldini 3047 artigos

Criador do “Lateral Esquerdo”, tendo sido como Treinador Principal, Campeão Nacional Português (2x), vencedor da Taça de Portugal (2x), e da Supertaça de Futebol Feminino, em três anos de futebol feminino. Treinador vencedor do Galardão de Mérito José Maria Pedroto – Treinador do ano para a ANTF (Associação Nacional de Treinadores de Futebol), e nomeado para as Quinas de Ouro (Prémio da Federação Portuguesa de Futebol), como melhor Treinador português no Futebol Feminino.

Experiência como Professor de Futebol no Estádio Universitário de Lisboa, palestrante em diversas Universidades de Desporto, e entidades creditadas pelo Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ).

Autor do livro “Construir uma Equipa Campeã” da PrimeBooks.

Analista de futebol na TV e no Jornal Record.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*