O regresso de Fábio

As sucessivas lesões desvalorizaram o português, ao ponto de poucos lhe reconhecerem hoje as qualidades e o jogador que é. O Fábio Coentrão que não há muito tempo, com José Mourinho ao leme, se sagrou campeão de Espanha, relegando sucessivamente para o banco aquele que é provavelmente o lateral esquerdo mais marcante dos últimos tempos na Europa.

Aos vinte e nove anos é garantido que as capacidades condicionais, técnicas e cognitivas continuarão intactas.

As dúvidas maiores poderão prender-se com situação clínica e disponibilidade para se entregar diariamente. Garantindo tal, Fábio Coentrão é um upgrade inacreditável. Não somente pelo jogador incrível que é, um lateral com grande capacidade de desequilibrio ofensivo, muito dotado na decisão e drible, como substitui no onze leonino uma das suas peças menos competentes.

Fábio é um dos maiores talentos que Portugal produziu na última década. Confirmando-se o seu regresso, tem tudo para ser um dos protagonistas da época vindoira.

 

Paolo Maldini
Sobre Paolo Maldini 3013 artigos

Criador do “Lateral Esquerdo”, tendo sido como Treinador Principal, Campeão Nacional Português (2x), vencedor da Taça de Portugal (2x), e da Supertaça de Futebol Feminino, em três anos de futebol feminino. Treinador vencedor do Galardão de Mérito José Maria Pedroto – Treinador do ano para a ANTF (Associação Nacional de Treinadores de Futebol), e nomeado para as Quinas de Ouro (Prémio da Federação Portuguesa de Futebol), como melhor Treinador português no Futebol Feminino.

Experiência como Professor de Futebol no Estádio Universitário de Lisboa, palestrante em diversas Universidades de Desporto, e entidades creditadas pelo Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ).

Autor do livro “Construir uma Equipa Campeã” da PrimeBooks.

Analista de futebol na TV e no Jornal Record.

11 Comentários

  1. E essa é a million dollar question, qual a situação clínica do Fábio Coentrão?
    Nada contra o jogador (apesar das juras que fez mas somos todos profissionais….acho eu) mas estou com um pé atrás por não saber se não vem preso por arames.
    É claramente um upgrade na posição do Sporting embora tenha a certeza que pior é difícil! Chamem a Joana Marchão! 🙂

    • Não deve ser muito famosa… 4 jogos na última época e 14 na anterior. Mesmo que esteja bem, não deve ter muitas condições para fazer 40 e tal jogos

  2. “Garantindo tal” – Acho que vai ser difícil. Muito dificil. E quando falas das capacidades condicionais que se vao manter, referes-te as capacidades técnicas e atléticas? É que vi a dias um artigo a falar que o Coentrao já era dos mais lentos do plantel do Real.

  3. Epa o Coentrão bêbedo, cheio de ganza (há pessoal que se esquece dos problemas do Devo…) e com o menisco rebentado é melhor que o Marvin.

    Se o real paga a maior parte do salário, não há dúvida.

    Veremos.

    Um abraço,

  4. Tal como o Markovic? 🙂

    Duvido que ainda tenha capacidade para ser um profissional de futebol. Mas jogando naquela posição o Zeegelaar qualquer jogador por mais acabado que esteja já é um upgrade

  5. Sabendo que o Coentrão ainda à bem pouco tempo passou pelo Mónaco e estava parado à bem menos tempo e ainda assim estava sempre lesionado, mesmo a jogar numa liga cujo o estilo de futebol foge maioritariamente a agressividade utilizada na liga espanhola ou até mesmo na liga Portuguesa duvido que o Coentrão consiga ser no Sporting metade daquilo que foi no Benfica….

  6. …jogador JJ….sobrevalorizado….só jogou bem nas mãos do Jesus, precisa de ser comandado…boa opção para o Sporting, se for comandado por JJ…acho-o um jogador muito speedado, sem pausa, com pouca “inteligência”, mas veremos, numa 1ª instância é uma valorização para o Sporting e para o Campeonato, mas eu não o acho assim tão bom como o pintam…opiniões….
    ….o Mourinho, pôr o Coentrão a jogar detrimento do Marcelo, também diz muito do Mourinho….
    ….Marcelo é um jogador brutal, com umas valências brutais, como diz o Tuchel (sobre o Guerreiro) até é “quase” um crime pôr um jogador destes a jogar a lateral….para mim, foi o melhor da Final, e as zonas que ele pisava?!..brutal….

  7. Acham mesmo que um jogador que não joga há 2 anos, cheio de lesões e com um nível de profissionalismo baixo, aos 29 anos apresenta as mesmas capacidades condicionais que no passado? Nem o Ronaldo que trabalha todos os dias o consegue, quanto mais alguém assim…

    • Estou a abster-me do nível de profissionalismo… 29 anos não estás na curva descendente. Portanto… as lesões poderão ter retirado a condição física…que se ganhará… se o nível de profissionalismo nao for o que afirmas 🙂 Que eu nao sei se é, se não é

  8. Vai-se sentir importante outra vez e isso pode ser decisivo.

    Além do mais quando vir que não tem andamento para os outros vai-se matar para lá chegar. A única questão são mesmo os joelhos.!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*