Intencionalidade no passe – Stones

We do not pass to move the ballwe pass to move the opponentPep Guardiola

Stones tem-se destacado pela forma brilhante como vai fazendo correr os adversários. Para além da capacidade técnica, o trabalho com Guardiola tem feito com que melhore aquilo que agora o diferencia: a qualidade das suas decisões.

Na primeira fase de construção, a intencionalidade do passe tem de estar presente. Em condução mas sobretudo em passe, Stones tem “brincado” com a oposição.

aqui tinha ficado bem explícita a qualidade com que a equipa de Guardiola constrói. É fantástica a inteligência com que criam e chegam aos espaços que procuram. Tudo intencional!

 

 

 

Bruno Fidalgo
Sobre Bruno Fidalgo 65 artigos
Licenciado em Ciências do Desporto. Criador e autor do blog Código Futebolístico. À função de treinador tem aliado alguns trabalhos como observador.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*